Abuso sexual de menores na capital do país é o segundo com mais denúncias à PJ em termos de crimes contra pessoas

18/09/2019 00:13 - Modificado em 18/09/2019 00:13
| Comentários fechados em Abuso sexual de menores na capital do país é o segundo com mais denúncias à PJ em termos de crimes contra pessoas

A Polícia Judiciária deu a conhecer nesta terça-feira, 17, os números de denúncias/queixas efetuadas na Direção Central da instituição na Cidade da Praia, no 1º semestre deste ano, sendo que nos crimes contra pessoas, o abuso sexual de menores surge como o segundo mais denunciado, com 59 casos. Ao todo a PJ recebeu no 1º semestre 1.150 denúncias/queixas.

A lista apresentada pela PJ, dá conta de que no decorrer do 1º semestre deste ano, a Direção Central registou no cômputo geral 297 denúncias/queixas de crimes contra pessoas. Destas, a ameaça de morte surge em primeiro lugar com 67 denúncias/queixas, ao passo que o abuso sexual de menores é o segundo crime que a PJ foi chamada a intervir, em termos de crimes contra pessoas, sendo acionada por 59 vezes.

Em termos de agressão sexual com penetração, a PJ foi chamada a intervir por 7 vezes. Ofensa a integridade física (31), Violência Baseada no Género (8) e atendado à intimidade da vida privada (19), foram outros crimes contra pessoas pelos quais a PJ interveio.

Recentemente, o Comité das Nações Unidas para os Direitos das Crianças expressou-se “seriamente preocupado” com os abusos sexuais de menores em Cabo Verde, cujo o número de casos têm aumentado nos últimos anos.

Já no tocante aos crimes contra o património, a PJ foi acionada por 748 vezes. Roubo em via pública foi aquela a que mais vezes foi chamada, com 119 denúncias/queixas. Furto em via pública (45), roubo em residência (78), furto em espaços de diversão (21) e burla na obtenção de visto (13), compõem a lista de ocorrências registas, no 1º semestre deste ano.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.