Gastou 33,5 mil euros para evitar multa de 111 euros e… perdeu processo

10/09/2019 16:24 - Modificado em 10/09/2019 16:24

Tratava-se de uma multa por excesso de velocidade. Britânico admite lamentar o dinheiro que perdeu com o processo, mas acusa o sistema legal de falhar e mantém a inocência.

Um reformado britânico gastou 30 mil libras (33,5 mil euros) para lutar em tribunal contra uma multa de 100 libras (111 euros) por excesso de velocidade. Um processo que acabou por perder.

Richard Keedwell, de 71 anos de idade, acusa o sistema legal de ser “seriamente falhado” por ter demorado três anos – e custado 30 mil libras – para chegar a uma conclusão.

O homem foi acusado de conduzir a 56 quilómetros por hora numa zona cujo limite de velocidade seriam 48 quilómetros por hora (30 milhas por hora), durante uma viagem a Worcester, em 2016. Keedwell mantém que não conduziu àquela velocidade.

“Fiquei muito surpreendido quando uns dias depois recebi a multa. Não podia acreditar que estava acima do limite”, afirmou, em entrevista à BBC.

As autoridades judiciais locais (CPS) reagiram dizendo que o caso envolveu “uma multiplicidade de problemas”, o que contribuiu para o tempo que demorou a ficar concluído.

“Estou cansado  de todo o sistema, que continua a esmagar o cidadão comum. Eu arrependo-me da quantidade de dinheiro [que gastei]. Simplesmente queria justiça”, afirmou.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.