Condutores de Santo Antão preocupados com os efeitos negativos nos transportes marítimos no turismo da ilha

4/09/2019 13:06 - Modificado em 4/09/2019 13:06

Os condutores de transporte de pessoas e mercadorias da ilha de Santo Antão, dizem-se preocupados com os problemas que vêm afetando a ligação marítima na rota São Vicente/Santo Antão, agravado com o aproximar da época turística, altura em que a ilha das montanhas é visitada por milhares de forasteiros.

Carlos Neves, representante da classe, diz que este é um problema que está a afectar sobremaneira estas duas ilhas e defende a introdução, o mais rápido possível de uma segunda embarcação.

“Este navio está a funcionar perfeitamente, mas precisamos de mais uma unidade, porque este não suporta tudo isso. Se ocorrer alguma avaria como o Inter-ilhas será o caos na ligação S. Vicente/Santo Antão”, sublinhou este condutor que chama a atenção para a especificidade desta linha marítima.

Por seu lado, o ministro dos Transportes diz que estão a afinar melhor este serviço para que o país, possa ser servido da melhor forma. “As melhorias a fazer, bom serviço para responder às necessidades económica da ilha, dos passageiros e da visibilidade como tem acontecido”.

Por isso, os condutores pedem para rever esta situação o mais breve possível. “Estamos preocupados com a aproximação da época turística e estamos a preparar para competir com as outras ilhas e se não tivermos transporte não podemos fazer isso”, destacou este profissional que refere ainda que este é outro medo dos operadores turísticos da ilha. “Se os turistas não vierem, muitas pessoas ficam paradas e estamos a trabalhar e queremos melhorias e que isso vá avante”, reforça Carlos Neves.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.