Ministro da Administração Interna diz que a PN faz apreensões de armas todos os dias

3/09/2019 00:13 - Modificado em 3/09/2019 00:13

O Ministro da Administração Interna disse hoje que a Polícia Nacional todos os dias faz apreensões de armas, consequência do reforço das ações no terreno, objetivando a apreensão de armas que circulam ilegalmente.

Paulo Rocha revela ainda que houve uma redução substancial de ocorrências envolvendo jovens nas vias públicas e quase não se têm registado ocorrências com armas de fabrico artesanal.

Portanto garante que isso significa acção, acção e mais acção da Polícia Nacional, e que os casos de posse de armas vão sempre existir, particularmente durante o Verão que é a época em que há muitas actividades, festas e eventos e, por conseguinte, muitas pessoas a circular nas ruas. Para isso, afirmou o ministro, a polícia também desenvolve um plano de patrulhamento especial.

“Não quer dizer que nós não o registemos com preocupação. O importante é estarmos cientes e capaz de reagir sempre com mais e melhores condições”, frisou.

Em relação à entrada clandestina de munições em Cabo Verde, o governante disse que estão a ser encomendadas scanners para fiscalizar as pequenas encomendas, que trazem de forma camuflada as munições. E que estes vão ser instalados tanto na Praia, como em São Vicente, Fogo, Brava, Sal, e Boa Vista.

“Paulo Rocha falava aos jornalistas, na cidade da Praia, após o acto de posse dos novos directores nacionais adjuntos da Polícia Nacional (PN), do director do Centro Nacional de Formação, do director de Operações e Comunicações, do comandante da Guarda Fiscal, do comandante Regional da Praia, do director do Serviço Social e do comandante Regional do Sal, todos recém-nomeados.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.