Foi libertado um homem que passou 36 anos preso por um roubo de 120 euros

2/09/2019 00:24 - Modificado em 2/09/2019 00:24

Alvin Kennard tinha sido condenado a prisão perpétua.

Um juiz do Alabama, nos Estados Unidos, decidiu libertar um homem que esteve 36 anos preso por um roubo a uma pastelaria que lhe rendeu 50,75 dólares (cerca de 120 euros, hoje em dia) em 1983, de acordo com a BBC.

Alvin Kennard, de 58 anos, tinha sido condenado a uma pena de prisão perpétua pelo roubo sob leis mais rígidas introduzidas na década de 70 e que pretendiam travar criminosos reincidentes. A advogada de Kennard, Carla Crowder revelou que o seu cliente se sentia “assoberbado com esta oportunidade”.

O homem vai ficar para já ao cuidado da sua família e quer voltar a trabalhar como carpinteiro.

Alvin Kennard tinha 22 anos quando roubou uma pastelaria com uma faca. Não feriu ninguém, mas já tinha no seu cadastro outras condenações e violou o Habitual Felony Offender Act, anteriormente conhecida como a Three Strikes Law (a leia das três condenações e que implicava à quarta condenação a prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional).

A lei foi entretanto alterada de forma a permitir a possibilidade de liberdade condicional e foi assim que Alvin Kennard conseguiu sair da prisão.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.