Santo Antão: Operadores rejeitam opção “Sotavento”

2/09/2019 00:18 - Modificado em 2/09/2019 00:18

A possibilidade da entrada do navio Sotavento na linha marítima São Vicente/Santo Antão, proposta pela CV Inter-ilhas, foi prontamente recusada pelos operadores santantonenses, que ponderam agora avançar para a compra de um barco de transporte de passageiros e mercadorias, caso a situação se mantiver inalterável nesta linha marítima.

O desejo foi avançado por alguns operadores durante o encontro com o vice-primeiro ministro, Olavo Correia, neste fim-de-semana, em Porto Novo, para discussão da situação “negra” vivida pelos utentes na linha marítima mais rentável do país, após a entrada em vigor da nova concessão marítima.

Estes operadores apontaram, durante o encontro, que a entrada do Sotavento nesta linha marítima representaria um retrocesso de uns 30 anos, e por isso essa hipótese caiu por terra. Estes reconhecem o esforço de quatro viagens diárias realizadas pelo navio Inter-Ilhas, só que se mostram preocupados porque pouco ou nada servem os condutores que diariamente fazem o trajeto Ribeira Grande/Porto Novo e Paul/Porto Novo, tendo em conta que não conseguem fazer três ou quatro viagens diárias entre estes dois concelhos. Assim sendo muitos passageiros ficam sem transportes disponível para poderem chegar até as suas localidades.

Nesta senda, alguns operadores ligados ao turismo e outras áreas avançaram que, a continuar tal cenário, estão dispostos a investir na compra de um barco para operar na linha Porto Novo/São Vicente, no transporte de passageiros e mercadorias.

Para os operadores a CV Inter-ilhas, não está em condições de assegurar o serviço de transporte marítimo inter-ilhas, já que não possui nenhum barco para o fazer e pedem ao Governo para cessar o contrato de concessão.

De realçar que, o vice-primeiro ministro durante o encontro afirmou que se a situação não mudar rapidamente, o Governo vai ser obrigado a cessar o contrato com a CV Inter-ilhas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.