Olavo Correia e Silva pede à CV Inter-Ilhas para repor, imediatamente, a normalidade na rota São Vicente/Santo Antão

2/09/2019 00:05 - Modificado em 2/09/2019 00:05
| Comentários fechados em Olavo Correia e Silva pede à CV Inter-Ilhas para repor, imediatamente, a normalidade na rota São Vicente/Santo Antão

Olavo Correia, Vice-primeiro ministro e ministro das Finanças, admitiu que nos últimos 15 dias, o serviço de transportes marítimos entre São Vicente e São Antão, deteriorou-se com a nova concessão e por isso, num encontro com os operadores económicos de Santo Antão, instou a Cabo Verde Inter-Ilhas (CVI) a “repor, imediatamente, a normalidade” nesta rota sob pena de o Governo “executar” o contrato de concessão.

Os operadores económicos, além da “desorganização” na venda de bilhetes de passagens, denunciaram ainda o aumento de preço no transporte das viaturas e a introdução de uma taxa de 250 escudos para bebés.

Adelino Lopes, um dos operadores económicos presente na reunião, citado pela Inforpress, disse que a classe está “indignada” com a situação reinante no percurso Porto Novo/São Vicente, alertando que, caso não sejam tomas medidas para a reposição do serviço antes existente, é intenção dos empresários avançarem para uma manifestação.

Olavo Correia afastou qualquer possibilidade de haver alteração nas tarifas e Paulo Lopes, representante da CVI negou o aumento das tarifas.

Num documento assinado pelos operadores, estes consideram que a CVI, sem qualquer embarcação nova, não está em condições de assegurar o serviço de transporte marítimo inter-ilhas em Cabo Verde, aconselhando o Governo a rever o contrato assinado com essa empresa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.