Janira Hopffer Almada “Nenhum cidadão deve ficar sem acesso à saúde, por não ter dinheiro para custear o seu tratamento”

29/08/2019 00:08 - Modificado em 29/08/2019 00:08

A líder do maior partido da oposição referiu, nesta quarta-feira, que o país foi recentemente inundado de notícias péssimas com mortes de alguns doentes nos hospitais centrais, por isso propõe que o Governo avance com o pacote de cuidados essenciais e acesso ao tratamento diferenciado.

Através de uma publicação na sua página do Facebook, Janira Hopffer Almada, defendeu que a saúde deve ser uma propriedade nacional.

“Para nós, a saúde deve ser prioridade máxima. Se o País está a crescer, como se propala, este crescimento deve ser sentido, em primeiro lugar, nos sectores fundamentais para o Cidadão e sem os quais não pode viver. Na verdade, nenhum cidadão deve ficar sem acesso à saúde, por não ter dinheiro para custear o seu tratamento”, escreveu a líder do PAICV.

 A presidente do PAICV acrescentou que o Governo deve aprovar e fazer implementar um Pacote de Serviços essenciais na Saúde, acessível a todos.

“Também já é momento de o País debater, com coragem, abertura e frontalidade, como priorizar as aplicações dos recursos geridos pelo INPS – das quotizações e contribuições pagas pelos trabalhadores e empregadores cabo-verdianos! É que não podemos ter o INPS a comparticipar nas obras de requalificação de Câmaras Municipais, ao mesmo tempo (que esse mesmo INPS) reduz a sua comparticipação na saúde, como se viu com as recentes Portarias publicadas! Por cada dia que se perde (com anúncios e publicidade), é mais um dia que um cidadão deste País fica sem a resposta que deveria ter do Estado” escreveu ainda a líder do PAICV.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.