Câmara quer três festivais por ano na Baía das Gatas

20/08/2019 23:31 - Modificado em 20/08/2019 23:31

Num balanço do que foi a 35ª edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, enaltece o civismo da população e o impacto económico do festival na economia da ilha. Augusto Neves anuncia ainda a intenção da edilidade realizar mais dois eventos culturais na Baía das Gatas, após remodelação a que esta será sujeita.

De acordo com o edil mindelense, o palco da Baía das Gatas é um espaço para receber eventos culturais e terá pelo menos três festivais anuais. São eles, o Festival Internacional de Música, que já existe, aos quais se juntam o Festival da Juventude e o Festival Cesária Évora, este em dezembro.

No seu balanço sobre a edição 35ª, o autarca diz que o Festival da Baía das Gatas tem-se afirmado “inequivocamente” como um dos “maiores eventos culturais com prestígio assegurado” tanto a nível nacional como internacional, transformando-se numa referência obrigatória para todos os que elegem a cidade do Mindelo como destino turístico e de férias.

“Esta Câmara assumiu a cultura como um dos eixos prioritários e identitários da gestão municipal, reconhecendo-a como instrumento privilegiado na sua política de desenvolvimento económico do território e da comunidade. Factor incontornável na afirmação e qualificação, assim como na visibilidade da cidade e da ilha” precisou Augusto Neves.

O edil mindelense destaca ainda os eventos de verão que acontecem pela cidade do Mindelo e que transformam a ilha num cartão postal para os seus visitantes. “Um verão esplêndido com o Carnaval de Verão, o Feastival Kavala Fresk, o Mindel Summer Jazz, entre outros eventos que se juntam ao Festival da Baía das Gatas, fazendo da ilha um local ideal para quem a escolhe como destino turístico ou para passar férias.”

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.