Afinal, Lula não vai ser transferido de cadeia. Supremo votou contra

7/08/2019 23:00 - Modificado em 7/08/2019 23:00

Por dez votos contra um, Supremo decidiu-se pela suspensão de transferência.

Afinal, Lula da Silva vai continuar nas instalações da Polícia Federal, em Curitiba, onde se encontra detido desde abril do ano passado.

O Supremo Tribunal Federal brasileiro decidiu a favor do pedido da defesa, e suspendeu mesmo a transferência, dá conta a imprensa brasileira.

Estava previsto o ex-presidente brasileiro ser transferido para o estabelecimento prisional de Tremembé, no interior de São Paulo. Os juízes, porém, votaram esmagadoramente pela suspensão da transferência: dez votos contra um.

A suspensão irá manter-se até que uma outra ação seja julgada, nomeadamente uma que questiona a atuação do ex-juiz Sergio Moro – o atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro – no processo que condenou Lula à prisão no caso do triplex em Guarujá.

O site The Intercept Brasil revelou nas últimas semanas várias mensagens alegadamente trocadas entre o então juiz e os procuradores, mensagens essa que dão conta da proximidade do magistrado com a acusação – com quem terá inclusive combinado detalhes do caso -, algo que poderá pôr em causa a idoneidade do juiz.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.