Marinha de Marrocos impede entrada na Europa a mais de 600 migrantes

8/07/2019 21:09 - Modificado em 8/07/2019 21:09
| Comentários fechados em Marinha de Marrocos impede entrada na Europa a mais de 600 migrantes

A Marinha Real marroquina intercetou nos últimos três dias mais de 600 pessoas provenientes da África abaixo do deserto do Saara, que procuravam chegar às costas de Espanha, através de várias embarcações.

Mais de 600 pessoas oriundas da África subsariana impedidas, nos últimos dias,
pela marinha marroquina de chegar à costa espanhola

Durante o fim-de-semana, as autoridades marroquinas resgataram 271 pessoas, informou uma fonte militar à agência noticiosa oficial marroquina, Map.

Estes migrantes estavam “em dificuldades” a bordo de várias embarcações pneumáticas, com vários a apresentarem um estado de saúde “degradado”, detalhou a mesma fonte, que assegurou que receberam a atenção necessária.

Já na noite de quinta para sexta-feira, os marinheiros resgataram outras 330 pessoas em várias embarcações, nas costas do Mediterrâneo ocidental, que foram depois transferidos para os portos de Nador e Ksar Sghir, no norte do país.

Em entrevista ao El País, o diretor de Migrações e Vigilância de Fronteiras do Ministério do Interior marroquino, Khalid Zerouali, adiantou que o seu país já impediu a saída de 40.300 pessoas para Espanha, mais 25% do que no mesmo período do ano anterior.

Mais disse que em 2018 o total de saídas impedidas foi de 89 mil pessoas, número que fixou um novo recorde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.