Wesley Delgado: Um artilheiro nato a despontar no futebol sanvicentino

1/07/2019 00:05 - Modificado em 1/07/2019 00:05
| Comentários fechados em Wesley Delgado: Um artilheiro nato a despontar no futebol sanvicentino

Apesar de ter perdido o título de campeão regional para o Batuque FC, o jovem avançado e capitão da Real Sociedade, Wesley Delgado, de 15 anos, sagrou-se o melhor marcador da prova com 19 golos.

Foi com a desilusão estampada no rosto que o jovem recebeu o prémio de melhor marcador do regional de Sub-15. Em 10 jogos Wesley balançou as redes adversárias por 19 vezes. Números que mostram a qualidade de finalização deste jovem da equipa de Fernando Pó.

Desde os 11 anos que milita nos escalões de formação da Real Sociedade. Este foi o último ano do camisola 10 ao serviço da equipa juvenil. Por isso, as lágrimas tomaram conta deste jovem, que não conseguiu conter-se nas emoções em declarações proferidas ao NN. “Neste momento sinto-me triste por perder o campeonato. Desde o início da época temos vindo a trabalhar para conquistar o título. Combinamos que seriam 10 jogos 10 vitórias, mas tal não foi possível” começou por dizer o jovem jogador

O sabor amargo da perda do título, que seria a primeira na história do clube, foi apaziguado pela conquista do primeiro prémio individual da carreira. Um sentimento agridoce para o capitão de equipa que diz-se feliz por esta conquista, mas desolado por não terem conquistado o título, ao fim de nove jogos sem conhecer o sabor amargo da derrota. “Estou muito triste porque nunca o clube conseguiu vencer um campeonato” assegurou o jogador em lágrimas.

Mesmo com este percalço, o camisola 10 espera dar continuidade ao trabalho feito até então, agora no escalão de sub-17, onde quer começar a ganhar títulos colectivos. “Agora é trabalhar para dar o máximo de mim no próximo ano nos sub-17” concluiu.

O treinador da Real Sociedade, Lors, acredita no potencial do atleta e antevê uma grande margem de progressão para Wesley Delgado. “Desde pequeno tem sido um jovem dedicado, empenhado e por isso acredito que estamos perante um grande jogador para o futuro” aclara Lors.

Para o treinador, o facto de levar consigo a braçadeira de capitão mostra a liderança que Wesley transmite para os jogadores. “É um jogador quase completo para o futuro, porque defende e ataca muito bem. Joga muito bem com os dois pés, tem velocidade, agressividade no bom sentido posicianal. Estamos perante um bom atleta para o futuro, disso não tenho dúvidas” ressalva o técnico da Real Sociedade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.