Voleibol: Clara Graça promete uma equipa com muita garra para ultrapassar o Senegal

27/06/2019 15:30 - Modificado em 27/06/2019 17:42

A seleção cabo-verdiana de voleibol feminino, inicia na noite desta quinta-feira, no Pavilhão Vavá Duarte na cidade da Praia, o primeiro dos três jogos frente à congénere do Senegal, a contar para o apuramento para os Jogos Africanos que este ano se realizam em Marrocos.

Frente a uma adversária difícil, a atleta Clara Graça, nestes três jogos, promete uma equipa com “muita garra, força, determinação e foco” para atingir um resultado positivo.

Para marcar presença na fase final dos Jogos Africanos em Marrocos, o combinado nacional, orientado pelo selecionador “Butcha” terá que ultrapassar uma das seleções mais fortes de África, a quem nunca Cabo Verde conseguiu vencer.   

Mesmo perante a força do adversário, Clara Graça aponta que a equipa tem encarado os treinos como se fossem jogos contra o adversário. “Embora seja muito cansativo, nós temos treinado a um ritmo bastante elevado. Sempre temos dado o nosso máximo para melhorar” ressalva a jogadora do Desportivo de Fonte Francês.

O apuramento joga-se na Cidade da Praia, no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte e o fator casa pode ser determinante, ainda que a equipa adversária tenha uma forte avalanche de apoio na capital. Nada que intimide a jogadora que que estão focadas num resultado positivo. Ou seja, o primeiro lugar e o apuramento para os Jogos Africanos.

Os jogos de qualificação decorrem entre hoje e sábado, 29, estão todos agendados para às 19:00.

Elísio Freire, ministro do Desporto, visita ao início desta tarde  a seleção Cabo-verdiana de Voleibol feminino, para levar uma mensagem de conforto e confiança às atletas.

O coletivo nacional é formado essencialmente por atletas que jogam a nível interno, com a exceção de uma que joga em Portugal.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.