Colónia de férias de verão da Alaim agendada para Julho/Agosto, organização pede celeridade nas inscrições

25/06/2019 01:09 - Modificado em 25/06/2019 01:10
| Comentários fechados em Colónia de férias de verão da Alaim agendada para Julho/Agosto, organização pede celeridade nas inscrições

A quarta Edição do FAVA – Férias Artes Verão – acontece este ano de 15 de Julho a 18 de Agosto na Academia Livre de Artes Integradas do Mindelo (ALAIM) e é direcionada a crianças e adolescentes dos 5 aos 13 anos. Trata-se de uma colónia de férias limitada a 100 participantes, sendo que a procura para esta 4ª edição está a ser grande, conforme revela Janaina Branco, responsável da ALAIM. É que desde o anúncio já foram feitos quase metade dos pedidos para as oficinas.

Para este ano, para além das oficinas nas áreas da criatividade, canto, percussão, dança contemporânea, Hip Hop, fotografia, sessões de cinema, pintura e teatro, a ‘ementa’ reserva ainda a Culinária. O objetivo principal é ter o maior número de crianças a frequentar todas as oficinas do campo de férias, no período de manhã ou à tarde. Esta opção permite que muitas mais possam desfrutar de todas as actividades, porque entende que, durante o ano muitas crianças não têm como fazer alguma atividade artística, e nas férias elas acabam por ter esta oportunidade em matéria de arte. 

“O ensino artístico é muito personalizado. Ou seja, não podemos receber muitas crianças. A aderência tem sido muito grande. Iniciamos as inscrições na passada segunda-feira e já estamos prestes a atingir a metade. Portanto, apelamos aos pais que façam a inscrição dos filhos o mais breve possível, porque as actividades desenvolvidas na colonias de férias são muito boas, tanto para as crianças como também para os próprios pais” sublinha a responsável.

De acordo com Janaina Branco, este aumento no número de inscrições no FAVA, que vai na sua quarta edição, é um comprovativo do selo da qualidade do mesmo, devido a forte repercussão que tem tido ao longo destes anos. Inclusive temos recebido inscrições de crianças de outras ilhas. “Mas também estamos recebendo crianças bolseiras de alguns centros. A ALAIM tem esta preocupação social, de integrar crianças que não tem como ter acesso a estas atividades” realça a responsável.

Segundo a mesma fonte, o FAVA é uma oficina criativa, onde trabalha-se não só a diversão, mas também as capacidades artísticas das crianças. “É uma injeção, uma ‘overdose’ de arte que as crianças vão ter nessas cinco semanas. Eles vêm para se divertir e tudo é feito de uma forma muito leve e descontraída, mas de uma forma séria, pois no fim vão fazer um espetáculo de apresentação.

Conforme assegura Janaina Branco, este ano vão receber a professora de dança contemporânea Vanessa Fernandes, que virá do Funchal, (Madeira-Portugal). Isto, no âmbito de uma parceria com uma escola de dança da cidade madeirense. “Para além de vir dar aulas de dança contemporânea vem fazer umas oficinas particulares, durante as férias de balé” reitera.

“No final haverá um espetáculo de apresentação pública onde as crianças perante a presença dos pais, atuam, dançam, cantam e expõe o que aprenderam nas oficinas de artes plásticas durante às cinco semanas” conclui Janaina Branco.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.