Fred Fernandes: Um lateral com faro de golos que quer afirmar-se no andebol nacional

25/06/2019 00:54 - Modificado em 25/06/2019 00:54
| Comentários fechados em Fred Fernandes: Um lateral com faro de golos que quer afirmar-se no andebol nacional

O jovem Fred Fernandes, foi um dos motores que catapultaram o Atlético Clube do Mindelo para a conquista do penta campeonato regional de andebol de São Vicente, neste fim-de semana, apontando um total de 142 golos em 14 jogos, sagrando-se assim o melhor marcador da prova.

Para a conquista do penta campeonato, a formação do Atlético nem precisou dos cinco jogos do play-off da final, pois no terceiro jogo derrotou o Farense, vencendo a final por 3-0. Para Fred, que é considerado, atualmente, por muitos amantes da modalidade um dos melhores a actuar na ilha, estas conquistas foram o culminar de muitos anos de trabalho. “Ao longo destas épocas, fomos perdendo muitos jogadores importantes. Mas tivemos a capacidade de ir adaptando jogadores a novas posições e isso demonstra o grande trabalho feito por parte da equipa técnica. Fica também espelhado a grande união existente no seio da equipa” sustenta o jogador que conseguiu alancar o seu primeiro troféu a nível individual.

Sobre a conquita do prémio individual de melhor marcador da prova, o jovem de 1,86m de altura, que antes exercia a função de pivot, mostra-se orgulho, reforçando que esta época foi de afirmação como lateral. “Não foi fácil, mas consegui. Agora é trabalhar duro para fazer uma boa prestação no campeonato nacional e ajudar a equipa a conseguir o seu grande objectivo” aponta.

Esta é sem dúvidas a época de maior destaque do jogador natural de São Vicente e residente em Horta Seca. Fred  representa o clube desde a época 2014/15, mas pelo meio teve uma breve passagem pelo Desportivo da Praia. O lateral do Atlético recorda que o número que hoje leva nas costas, o 17, é uma herança pesada deixada por Raflino “Raf” Andrade, jogador que milita atualmente no Avanca em Portugal.

“Para atingires o sucesso é preciso teres apenas 1 por cento de talento e 99 por cento de trabalho. Foi um grande desafio. Dei tudo de mim para tentar desempenhar da melhor forma possível o papel de lateral. Mas a equipa ajudou-me muito, porque tiveram muita paciência comigo e sempre transmitiram-me muita confiança” elucida o jogador, que vê no seu colega de equipa Di Banda e nos seus treinadores Aquilino e Sté como os pilares dos ensinamentos adquiridos ao longo destes anos.

Dono de uma compleição física invejável, tem nos potentes remates um dos seus pontos fortes. Este jovem atleta olha para o futuro próximo com muita ambição, tendo já na mira a defesa do título de campeão nacional, conquistado na época passada. Como se não bastasse a equipa joga a defesa do título em casa, por isso quer fazer a dobradinha. “Estou muito focado e a trabalhar sempre, para ajudar a equipa a conseguir o grande objectivo que é ser bicampeão nacional. Nisso prometo deixar tudo dentro das quatro linhas e até mais do que posso dar em prol da equipa” vinca o lateral.

Com 51 jogos sem conhecer o sabor amargo da derrota em jogos oficias para todas competições, “Feddesbo”, como é também conhecido, assegura que a equipa está focada e com os pés bem assentes no chão. É disputar uma partida de cada vez, até porque como diz, vencer o nacional seria o colocar da cereja no topo do bolo.

Para além do Campeonato Nacional, prova maior de clubes em Cabo Verde, o nosso país receberá a fase final da Liga dos Campeões Africanos. Uma grande oportunidade para a presença numa prova de montra internacional, que o jogador não quer perder, mas está consciente que para chegar lá primeiro terá de conquistar o CN. “Estes são nossos grandes objectivos” aclara.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.