HBS: Utentes do BU dizem que nova sala não resolve nada, o problema é o tempo de espera

25/06/2019 00:44 - Modificado em 25/06/2019 00:44

Utentes do Hospital Batista Sousa (HBS) ouvidos pelo NN consideram que o principal problema do Banco de Urgência não são as instalações, que agora  foram melhoradas, mas sim o tempo de espera no atendimento.

Segundo uma utente presente na sala de espera do Banco de Urgências do HBS “pouco importa a construção de uma nova sala de espera se o mais importante, o atendimento e o tempo de espera continuam na mesma”.  Adiantou que se encontrava no local desde as 8:30 e que, por volta das 12h00 ainda se encontrava sentada à espera de ser atendida.

“A sala está bonita, sem dúvidas. É fresca e cómoda mas, o mais importante é que o tempo de espera contínua igual. Cheguei aqui por volta das 9:00 horas e já levo quase 4 horas à espera de ser atendido. É isso que necessita ser mudado, para melhor, não a sala”.

Opinião que é corroborada pela maioria das pessoas presentes no local, no início da tarde desta segunda-feira.

Outra utente, também  à espera de ser atendida , mostrou-se chateada  por ainda não ter ser atendida. É que segundo a mesma, deslocou-se ao serviço de urgências do HBS com fortes dores no abdómen, e por ser um paciente que, no seu entender, apresentava um quadro de urgência deveria ser atendida mais rapidamente. Disse que já levava quase duas horas à espera.

Nas redes sociais o novo espaço também é motivo de vários comentários. A maioria depreciativos, não pelo espaço em si, mas, e, outra vez, pelo tempo de espera.

Uma internauta por exemplo diz que “agora é que é esperar. Ser atendido pelo doutor que é bom, nada. Agora é levar almoço e lanche para não ficar com fome”.

“Deveriam era diminuir o tempo de espera ao invés de construir uma nova sala de espera, essa sala só vai fazer coitados dos doentes esperarem mais” realçou outra internauta.

  1. antonio tavares

    ahahaha culpado por ter cão e culpado por não ter kkkkkk

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.