São Vicente acolhe de 25 a 29 o Mindelo Pride 2019

25/06/2019 00:34 - Modificado em 25/06/2019 00:34
| Comentários fechados em São Vicente acolhe de 25 a 29 o Mindelo Pride 2019

A ilha de São Vicente acolhe de 25 a 29 de Julho, o Mindelo Pride 2019, um evento cultural a envolver homossexuais, lésbicas e transexuais que visa defender os seus direitos e garantias.

Enquadrado na Semana do Orgulho LGBTI, foi há seis anos – a 29 de Junho de 2013 – que Mindelo inscreveu Cabo Verde no grupo de países a organizar a parada do orgulho.

Sob o lema “Juntos pela Igualdade e Diversidade”, realiza-se este ano mais uma edição do movimento a favor da Igualdade das pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais em Cabo Verde.

No âmbito dessa semana acontece a parada Mindelo Pride organizada pela Associação Gay, no dia 29 de Julho. O evento é notícia inclusive a nível internacional. Cabo Verde é o segundo país africano a ter uma Pride Parade.

Esta segunda-feira, a activista cabo-verdiana e defensora de Lésbicas, Gays, Bi, Trans, Queer/Questionando, Intersexo, Assexuais/Arromântiques/Agénero, Pan/Poli e mais (LGBTQI+), Lolo Arziki, pediu, em entrevista à Inforpress, a proibição legal da homofobia em Cabo Verde, a propósito do Dia Internacional do Orgulho LGBTQI+, comemorado a 28 de Junho.

De referir que o país aderiu em finais de Março de 2018 à rede mundial de defesa dos direitos das pessoas LGBTI. A adesão do Estado de Cabo Verde à Equal Rights Coalition foi formalizada pela presidente do Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género, Rosana Almeida.

Esta rede, criada em 2016, tem por objectivo promover o respeito universal pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais, destacando a protecção dos direitos fundamentais das pessoas lésbicas, gays, transexuais, bissexuais e intersexuais.

O movimento “Orgulho Gay” começou após uma Rebelião de Stonewall em 1969, quando homossexuais enfrentaram a polícia de Nova Iorque durante uma rusga. A partir da parada anual que comemorava o aniversário da rebelião, nasceu um movimento popular nacional, e actualmente muitos países celebram o “Orgulho Gay”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.