Irmãs doam rins a estranhos em homenagem a falecido pai

17/06/2019 01:21 - Modificado em 17/06/2019 01:21

Seria “egoísta” querer ficar com um rim a mais quando há tanta gente a precisar de um para sobreviver, concluíram as jovens.

Duas irmãs decidiram doar um dos seus rins, após a morte do pai, que faleceu enquanto esperava por um transplante deste mesmo órgão.

Hannah e Bethany Goralski, de Illinois, nos EUA, doaram os seus rins com apenas 24 horas de diferença, a estranhos. O objetivo era garantir que estas famílias não passavam pelo mesmo sofrimento que elas.

“Espero que o meu pai tenha ficado muito orgulhoso”, afirmou Bethany, de 25 anos, ao programa ‘Good Morning America’.

O pai das duas jovens morreu em setembro de 2018 depois de lutar contra a doença de Crohn e de ter sofrido uma insuficiência renal.

Em 2011, Bethany quis doar o seu rim ao pai, mas os médicos informaram-na de que ele estava demasiado fraco para receber um novo órgão.

Já Hannah revela que a ideia só lhe surgiu depois da morte do pai, altura em que percebeu que seria demasiado “egoísta” da sua parte querer ficar com um rim a mais quando há tanta gente a precisar de um para sobreviver.

Assim, as duas irmãs informaram o Hospital Northwestern Memorial sobre a sua vontade e em março deste ano fizeram a sua boa ação.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.