Maio: Ministro das Finanças Olavo Correia garante pleno emprego a curto prazo

10/06/2019 00:00 - Modificado em 10/06/2019 00:00

O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, garantiu hoje, no final de dois dias de visita ao Maio, que “a curto prazo” a ilha atingirá o pleno emprego, devido aos “grandes investimentos” previstos.

Segundo o governante, com os investimentos que vão ser canalizados para as obras de requalificação do porto, e dos investimentos privados que se prevêem para ilha nos próximos tempos, bem como com o programa de acessibilidade que está sendo implementado pela Câmara Municipal, tudo leva a crer que, “a curto prazo” , a ilha vai ter o pleno emprego.

“Vai ser necessário importar mão-de-obra das outras ilhas, porque só os maienses não vão ser suficientes para dar respostas às demandas que vão surgir, visto que vamos ter aqui uma procura crescente e o Governo quer um turismo de qualidade, um turismo de excelência, o que implica ter jovens preparados, formados para puderem aproveitar as oportunidades desse desenvolvimento. Aliás, temos vindo a formar jovens em vários sectores”, sublinhou.

Olavo Correia aproveitou a ocasião para exortar os maienses e prepararem-se para tirarem o maior proveito do desenvolvimento que a ilha venha conhecer a curto prazo, apostando nos sectores como o comércio, o artesanato, desporto, pequenas indústrias, entre outros, mas lembrou que é obrigação do Governo garantir a sustentabilidade da ilha, de modo a que não venha a surgir construções de barracas, à semelhança das outras ilhas.

O responsável governamental realizou um a visita às obras que a edilidade está a desenvolver um pouco por todas as localidades, e disse ter ficado “satisfeito” com o desempenho da edilidade maiense, que na sua perspectiva, tem vindo a desencadear obras que estão a “transformar” a ilha, o que , ajuntou, tem contribuído para “mais dinâmica social e ambiental” e para o melhoramento da qualidade de vida dos maienses.

Neste sentido, garantiu que o executivo tem previsto, para até o final de mandato, investir mais 200 mil contos na ilha, numa parceria com a Câmara Municipal.

“Vão ser recursos para serem canalizados para requalificação urbana, requalificação ambiental, de modo a se criar espaços verdes, para tornar o Maio ainda uma ilha mais agradável, mais sustentável e com qualidade de vida. Mais, acima de tudo, queremos garantir formações para os jovens”, sustentou.

Olavo Correia mostrou-se optimista de que a ilha do Maio vai ser sustentável “a curto prazo”, contribuindo para o desenvolvimento do país e que vai estar ao “serviço do mundo”, recebendo turistas de várias latitudes.

Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.