Universidade do Mindelo desenvolve várias atividades na Semana do Curso de Ortóptica e Ciências da Visão

6/06/2019 15:05 - Modificado em 6/06/2019 15:05

No âmbito da celebração da Semana do Curso de Ortóptica e Ciências da Visão, que surge no âmbito das comemorações do dia Mundial dos ortoptistas, a Universidade do Mindelo, tem programado a realização, entre de 12 a 15 de junho de 2019, da Vª Jornadas de Ortóptica e Ciências da Visão e o IVº Simpósio Internacional de Ortóptica e Ciências da Visão da Lusofonia.

Em conferência de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, no Mindelo, a Diretora da Escola de Saúde, Suely Reis, afirmou que este simpósio tem vários objetivos, entre as quais a reflexão sobre a formação do Curso de Ortóptica e Ciências da Visão, sobretudo no caso de Cabo Verde, visto se tratar ainda de um curso recente, que foi iniciado na Universidade do Mindelo em 2013.

“Refletir sobre o exercício e a necessidade de regulamentação dessa classe profissional em Cabo Verde e também em conjunto refletir sobre os cuidados da saúde da visão, não só do diagnóstico, mas também do tratamento e na reabilitação”.

Segundo a mesma fonte, estas actividades vão ser de uma “grande valia”, pois dará a conhecer a competência desses profissionais, pois entende que em Cabo Verde existe uma “grande lacuna”, sustentando que há “enormes listas de espera” em todas as ilhas, no que tange a consultas de oftalmologia. “Este curso foi pensado para resolver este problema na saúde pública que afeta o nosso país” elucidou.

“Chamamos a atenção para todos, porque há muitos problemas de visão que passam despercebidas, isto porque a população, de uma forma geral, não está alertada para os sinais e aos sintomas dos problemas que afetam a saúde da visão” sustentou Suely Reis, argumentando que estes problemas podem ser diagnosticados logo à nascença, mas infelizmente esta é ainda uma área muito pouco desenvolvida e estudada na realidade cabo-verdiana.

“Por isso queremos despertar nos nossos profissionais a colaboração nas diferentes estruturas de saúde, dos Hospitais e Centros de Saúde, para trabalharem mais próximas da nossa sociedade” advertiu.

De acordo com a organização o simpósio contemplará seis painéis, sendo que desses o ponto alto, será o painel dois, que está voltado para a inauguração do Centro Clínico Experimental em Ciências da Visão da Universidade do Mindelo. “Um espaço moderno com equipamentos de alta qualidade que permitem o diagnóstico precoce dos vários problemas de visão. Mas também temos condições para apoiar certos tratamentos da saúde da visão” assegurou.

Para a Diretora da Escola de Superior de Saúde este centro será uma “mais-valia” para a formação académica dos ortoptistas, pois vai contribuir para melhorar a qualidade técnica dos mesmos. “Esta não deixa de ser um grande passo para chegarmos à investigação científica nessa área”.

Para além dos painéis, a organização conta com uma parte mais cultural, isto para os dias 10 e 11 de junho, envolvendo campanhas de sensibilização da necessidade de rastreios de suade da visão, que serão realizadas em conjunto com o Instituto da Criança e Adolescente (ICCA) e também com o Centro Educativo mais Ciência.

Segundo a organização a cerimónia de abertura oficial, agendada para o próximo dia 12 deste mês, vai ser presidida pelo Ministro de Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, e contará com a presença de várias personalidades nacionais e internacionais.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.