Taça Independência servirá de observatório para a composição da seleção cabo-verdiana de residentes que participará nas eliminatórias do CHAN-2019

4/06/2019 01:00 - Modificado em 4/06/2019 01:01
| Comentários fechados em Taça Independência servirá de observatório para a composição da seleção cabo-verdiana de residentes que participará nas eliminatórias do CHAN-2019

A próxima edição da Taça Independência, a nível das seleções das ilhas, que acontece de 05 a 17 de julho próximo, na ilha de São Nicolau, terá um tónico especial para os jogadores que vão participar na prova. Esta servirá de observação para a constituição da seleção cabo-verdiana de residentes, que participará nas eliminatórias do Campeonato Africano das Nações para jogadores residentes (CHAN-2019).

De acordo com a Direção Geral dos Desportos, o torneio que se realiza em São Nicolau terá uma importância acrescida pois, para além de assinalar o seu retorno ao calendário das competições nacionais, após um interregno de três anos, servirá também para  observação e posterior escolha dos selecionáveis para o próximo compromisso da seleção cabo-verdiana que participar nas eliminatórias para o Campeonato Africano das Nações para jogadores residentes- CHAN 2020, cuja fase final será  disputada na Etiópia.

Agrupadas por zonas geográficas, as 47 equipas africanas irão lutar para garantir uma das 15 vagas disponíveis e juntar-se ao anfitrião, a Etiópia, na fase final do torneio que é projetado exclusivamente para os jogadores de futebol que evoluem nas suas ligas domésticas. De realçar que face ao sorteio já efetuado, Cabo Verde vai medir forças com a Mauritânia na qualificação para a CHAN,

Cabo Verde pertence ao grupo da zona Oeste A, juntamente com Mauritânia, Guiné Bissau, Mali, Libéria e Senegal. Os dois primeiros classificados do grupo garantem a presença na CHAN Etiópia 2020.

Se vencer a Mauritânia Cabo Verde irá defrontar o vencedor do jogo Mali – Guiné Bissau.

No que se refere ainda ao torneio Inter-Ilhas, os grupos são já conhecidos, estando as ilhas de São Vicente (5 títulos) e Santiago (4 títulos) inseridas no grupo B, juntamente com as seleções da Diáspora e da Boa Vista.

O grupo A é composto por São Nicolau (seleção anfitriã), Santo Antão, Sal, Fogo e Brava.

São Vicente, recorda-se, é a detentora do último troféu da competição, realizado em 2015, na ilha do Sal.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.