Bebé que foi retirado à força de ventre da mãe já respira sozinho

4/06/2019 00:16 - Modificado em 4/06/2019 00:17

Há semanas abriu os olhos pela primeira vez. Agora respira sozinho. Tem, contudo, um longo caminho ainda a percorrer.

Marlen Ochoa-Lopez foi enganada por uma mulher que a convenceu a ir a sua casa, onde teria coisas para bebés para lhe dar. A primeira, que estava grávida, acabou por ser morta, e o seu bebé foi lhe roubado do ventre, num caso que chocou os EUA.

A criança nasceu com complicações de saúde e obrigou a criminosa a deslocar-se ao hospital com o bebé, alegando que este era seu filho.

O caso viria a ser descoberto dias depois, quando a polícia foi alertada para o desaparecimento de Marlen Ochoa-Lopez e descobriu que o ultimo sitio onde tinha estado era na casa de Clarisa Figueroa. 

O bebé estaria em estado grave e esteve ligado às maquinas, levando muitos a crer que este não sobreviveria. 

O menino, que não apresentava funções cerebrais, estava até agora ligado às maquinas, e a sua família recusava-se a desligá-las. Há duas semanas, o bebé abriu os olhos pela primeira vez, enquanto era aconchegado pelos braços do pai.

Agora, o The Sun refere que o menino – que deram o nome de Yovani – já respira sozinho. Uma situação que dá mais alento à família.

“Ele ainda tem um longo caminho a percorrer, mas o bebé está a lutar e a sobreviver”, afirma o médico da família.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.