Clima: Guterres pede fim de subsídios sobre combustíveis fósseis

28/05/2019 17:09 - Modificado em 28/05/2019 17:09
| Comentários fechados em Clima: Guterres pede fim de subsídios sobre combustíveis fósseis

O secretário-geral da ONU pediu hoje impostos sobre a poluição, o fim dos subsídios sobre os combustíveis fósseis e mudanças na forma como se fazem negócios, se obtém energia e se produzem alimentos.

António Guterres expressou estas ideias na Austrian World Summit, uma cimeira que se realiza em Viena contra as alterações climáticas, apoiada pelo ator e ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger, que nasceu na Áustria.

“Necessitamos de uma economia e de uma sociedade sem combustíveis fósseis”, afirmou o antigo primeiro-ministro português, que pediu vontade política para alcançar este objetivo.

Para Guterres, os impostos não devem ser usados para fazer mal ao planeta.

“Muitas pessoas continuam a pensar que subsidiar combustíveis fósseis é uma forma de melhorar as condições de vida. Nada mais errado. O que estamos a fazer é usar os impostos, isto é o nosso dinheiro, para gerar furacões, disseminar a seca, derreter glaciares, branquear corais. Numa palavra: para destruir o mundo”, sublinhou.

Perante uma assistência que incluía dirigentes políticos, o secretário-geral das Nações Unidas disse acreditar que os contribuintes preferem ver o retorno do dinheiro gasto em impostos do que vê-lo a ser “usado para destruir o mundo”.

António Guterres convidou os líderes mundiais para uma cimeira do clima em setembro, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, criticando-os por não estarem a fazer o suficiente para atingirem a meta traçada no Acordo de Paris de 2015.

O Acordo de Paris, subscrito por 195 países-membros da ONU e ‘rasgado’ posteriormente pelos Estados Unidos, fixa a contenção do aquecimento global abaixo dos dois graus Celsius até 2100.

Por Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.