Olavo Correia: “Cinquenta mil pessoas em Cabo Verde vivem em situação de pobreza absoluta”

24/05/2019 00:36 - Modificado em 24/05/2019 00:36
Olavo Correia – Vice-primeiro-ministro e Ministro das Finanças

Na abertura da mesa redonda sobre o ecossistema de financiamento à economia, hoje na cidade da Praia, o Vice-primeiro-ministro e Ministro das Finanças, disse que em Cabo Verde existem 170 mil pessoas a viver na pobreza e que dessas, 50 mil estão em situação de pobreza absoluta.

“Cinquenta mil pessoas em situação de pobreza absoluta é um número gritante. E nós que estamos na política temos a responsabilidade de trabalhar para eliminar a pobreza absoluta” vincou Olavo Correia, citado pela Rádio de Cabo Verde.

Números que segundo o ministro precisam ser ver invertidos, pois entende que o país tem condições nos vários sectores produtivos, capazes de ajudar a mitigar a pobreza em Cabo Verde.

“É nossa obrigação trabalhar, criando oportunidades todos os dias, para que possamos retirá-las da pobreza. Portanto, nós temos todas as condições hoje criadas e que essas condições tem que ser melhoradas. Temos que fazer mais, melhor e rápido. As pessoas têm ideias, têm iniciativa nas pescas, no turismo, na indústria, nas tecnologias, nos transportes e as pessoas precisam de instrumentos de um ecossistema que lhes permita avançar” assegurou Olavo Correia.

De acordo com o vice-primeiro ministro, uma das formas de garantir este avanço é praticar uma política fiscal, “amiga” dos empreendedores. Um sistema que permite a criação de valores, mas também a criação de valores financeiros, que o estado possa continuar a investir e garantindo um serviço de qualidade na educação, transportes, saúde, em todos os vários domínios onde o estado tem de ter uma intervenção forte.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.