Ténis de Praia: Seleção cabo-verdiana vai continuar estágio de preparação em Portugal com foco no pódio nos Jogos Africanos de Praia

22/05/2019 02:12 - Modificado em 22/05/2019 02:12
| Comentários fechados em Ténis de Praia: Seleção cabo-verdiana vai continuar estágio de preparação em Portugal com foco no pódio nos Jogos Africanos de Praia
Treino da seleção cabo-verdiana de Ténis de Praia
no areal da Praia da Laginha no Mindelo

Aseleção cabo-verdiana de Ténis de Praia, que prepara no areal da Praia da Laginha, no Mindelo a sua participação nos Jogos Africanos de Praia, que se realizam pela primeira vez em Cabo Verde, na ilha do Sal entre os dias 14 a 23 de Junho, está de malas feitas para continuar o seu estágio em Portugal, onde inclusive irá participar em alguns torneios.

A viagem da comitiva cabo-verdiana, formada pelas atletas Sílvia Lopes, Eleane Fernandes, Gildo Jesus, David Dias, Paulo Monteiro e Anderson Neves, liderados pela selecionadora portuguesa Ana Noro, está agendada para o decorrer desta semana. Em terras lusas a seleção vai participar em alguns torneios até 03 de Junho, visando a melhor preparação para os Jogos Africanos de Praia.

A capitã da seleção, Sílvia Lopes, em declaração ao NN, assegura que até ao momento a preparação está a correr dentro dos moldes programado, mas aponta que o forte vento que se faz sentir por estes dias na ilha, de estar condicionando os treinos. Mas um fator, que ao ver da mesma poderá ser importante para tornar os atletas mais fortes e competitivos.

A jovem atleta aponta que o facto dos tenistas que fazem parte desta seleção estarem acostumados a jogar em pisos duros, não tem tido influências no desenvolvimento dos atletas. “O ténis de praia é diferente, porque é mais rápido e exige mais dos jogadores por ser praticado na areia. Mas estamos a ter uma boa adaptação. Nota-se, a cada dia a uma evolução positiva nos atletas” vinca.

De acordo com Sílvia Lopes, o propósito desta preparação em Portugal, mais do que competir, servirá para melhorar a condição dos atletas, para que estejam à altura das exigências dos Jogos Africanos de Praia.

Para a jovem tenista que já foi campeã e vice-campeã nacional, a responsabilidade é mais acrescida quando se leva a braçadeira de capitã, mas que está preparada para dar o seu contributo da melhor forma possível. “É um orgulho enorme e prazeroso representar o nosso país”.

Os Jogos Africanos de Praia, já estão à porta e por isso a tenista está confiante numa boa prestação nesta competição, onde espera que a seleção obtenha uma boa classificação. “Queremos estar no pódio” finaliza.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.