Sal: Prisão preventiva para suspeito de três crimes de burla qualificada – “burla das sementes”

13/05/2019 13:40 - Modificado em 13/05/2019 13:40

O individuo foi detido no Bairro de Alto Santa Cruz, Espargos, na passada sexta, 10, sob suspeita da prática, em coautoria, de três crimes de burla qualificada – “burla das sementes”.

De acordo com a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação do Sal (DICS), a detenção ocorreu fora de flagrante delito. Apresentado ao Tribunal da Comarca do Sal, ao individuo de 31 anos foi-lhe aplicado como medida de coação pessoal, Prisão Preventiva.

Este tipo de burlas tem aparecido um pouco por todo o país. O golpe da “burla das sementes” é bastante simples e não apresenta um padrão específico. Na realidade, as sementes não têm qualquer valor comercial. Algumas vezes são sementes de purgueiras e outras são sementes de plantas não identificadas e que são pintadas.

A operação começa, quando uma pessoa recebe uma chamada desconhecida, com um nome fictício, a partir de Cabo Verde, mas, com indicativo de um país estrangeiro, onde o burlão ou golpista finge ser da sua amizade ou conhecido da família. Este oferece-lhe a possibilidade de realizar um bom negócio e, no final, repartir entre eles o lucro que alegadamente será bastante elevado.

Enganado sobre a qualidade da semente, se a vítima optar por realizar o negócio solicitado, pois há casos em que a vítima compra logo uma grande quantidade de sementes, mas há outros em que a vítima opta apenas por comprar um grão como amostra, aguardando pela confirmação do suposto patrão.

Nesse caso, a vítima sai a ganhar, normalmente compra por 1.000$00 (mil escudos) e vende por 25 Euros (vinte e cinco) euros cada grão de semente ao tal patrão, criando assim na vítima a convicção de um negócio bastante lucrativo.

A vítima cai no golpe, perspectivando um negócio bastante rentável, e é levada ao limite, até esgotar a sua capacidade de pagamento.

Depois deste adquirir as sementes, os golpistas simplesmente desaparecem e os números de telefone são desligados. Nem é preciso dizer que na realidade as sementes não têm qualquer valor comercial. As vítimas, por várias razões, recusam-se a participar às autoridades o sucedido.

Ainda, enquadrado no seu plano de prevenção e segurança, o DICS deteve, em flagrante delito, este domingo, 12, no bairro da Preguiça, Espargos, outros dois indivíduos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 19 e 24 anos, após terem sido submetidos a uma revista pessoal e encontrados na posse de alguma quantidade de Cannabis.

Os detidos foram presentes, esta segunda-feira, 13, às autoridades judiciárias competentes, tendo o Ministério Público promovido o julgamento dos mesmos em processo especial sumário.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.