Rui Leite: “Não dependíamos do protesto para nada. Já éramos líderes do grupo ”

9/05/2019 23:24 - Modificado em 9/05/2019 23:25

O treinador dos Leões da Rua de Praia, apesar da qualificação para as meias-finais  com três pontos  ganhos na  secretária, afirma que a sua equipa tinha todas as condições de seguir em frente no grupo A, dependendo apenas de si própria, visto que à entrada para a última jornada da prova é líder. Mas o foco, acima de tudo, como diz Leite, é vencer na capital para cimentar a liderança.

Em análise a esta partida da última jornada do grupo A, Rui Leite, começou por falar da decisão tornada pública na quarta-feira, dizendo que como treinador o seu foco é apenas no grupo de trabalho, não se preocupando com situações burocráticas, acrescentando que para esse fim existe uma direcção competente. “Sabia deste protesto mas nunca pensei nele, porque sempre me foquei na minha equipa. A realidade é que nós não dependíamos deste protesto para nada.”

Esta decisão, para Leite, em nada muda a estratégia para o jogo na cidade da Praia. Assegura que a equipa tem como objectivo traçado ir vencer, para chegarem as meias-finais com a moral em alta. “Uma vitória terá outro impacto e estaremos melhores preparados para enfrentar qualquer adversário nas meias-finais. Nós vamos à cidade da Praia para tentar vencer a Académica e consolidar o nosso primeiro lugar, independentemente do resultado do protesto”.

“No Mindelense nunca existiu a palavra poupança, porque temos um plantel com muita qualidade, e sempre existe o sistema de rotatividade, pois acreditamos em todos os jogadores. Alguns jogam mais vezes do que outros, mas isso é normal”.

“É claro que a pressão já não é a mesma, mas no Mindelense existe sempre a pressão de ganhar. Neste clube a pressão de ganhar é constante. Os adeptos sempre exigem vitórias e por isso não vamos à cidade da Praia em passeio ou em turismo. Não permito isso a mim mesmo, nem aos jogadores. Vamos para competir e tentar vencer o nosso jogo” concluiu.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.