São Vicente entre as ilhas com mais empresas ativas e com maior faturação média por trabalhador

7/05/2019 15:17 - Modificado em 7/05/2019 15:17
| Comentários fechados em São Vicente entre as ilhas com mais empresas ativas e com maior faturação média por trabalhador

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), avançados nesta terça-feira, São Vicente aparece na lista das ilhas com mais empresas ativas com 11, 2% e lidera o ranking das ilhas com maior faturação média por trabalhador na ordem dos 5.893 contos.

Em relação às ilhas onde registaram maior incremento das empresas ativas, a ilha de São Vicente só é superada pelas ilhas da Boa Vista com 62,5% e Sal com 27,4%. Santiago surge atras de São Vicente com 8,3%. Por outro lado, nas ilhas do Maio (-47,7%), Brava (-21,7%), São Nicolau (-13,1%), Santo Antão (-4,7%) e Fogo (-3,4) as empresas ativas diminuíram face a 2012.

Já em termos de faturação média por trabalhador, a ilha de São Vicente com 5 893 contos teve o maior registo, em sentido contrário a ilha Brava com 1 215 contos, teve o menor registo.

De acordo com os dados definitos do Vº Recenseamento Empresarial do INE, estes apontam a ilha do Sal como aquela que mais gente emprega e onde as empresas têm maior volume de fracturação. Há exceção da ilha de São Nicolau, em todas as outras ilhas, o número de pessoas ao serviço do sexo masculino é superior à do sexo feminino. Nos sectores do Alojamento e Restauração, Educação e Saúde, a liderança das mulheres é mais preponderante.

A faturação média por empresas foi maior na ilha do Sal (49. 562 contos) e menor na ilha da Brava (2. 874 contos).

Segundo o INE, em 2018 existiam em Cabo Verde 11. 061 empresas, representando um acréscimo de 9,5% face a 2013. Conforme a mesma fonte, nota-se uma diminuição significativa das empresas dissolvidas comparativamente ao ano 2013.

Das 11. 061 empresas existentes no país, 9.985 estavam ativas em 2017, constatando-se um aumento de 8,8% relativamente a 2012.

As empresas e estabelecimento no país empregaram 63.286 pessoas, destas, 58,6% são homens e 41,4% mulheres. O documento mostra um acréscimo de 23,1% do número de pessoas ao serviço comparativamente ao ano 2012.

As ilhas do Sal e da Boa Vista, foram as ilhas onde se registaram maior aumento do número de pessoas ao serviço, comparativamente ao ano de 2012. No sentido inverso, aparece a ilha do Maio.

Já o volume de negócios gerado pelas empresas foi de 290.302.383 contos representando um acréscimo de 15,7% face a 2012.

Nota-se que a ilha do Sal foi a ilha que registou maior crescimento do volume de negócios, registando um acréscimo de 47,5% relativamente ao ano 2012.

As empresas Sem Contabilidade Organizada, representam cerca de 67% das empresas ativas no país, enquanto as empresas Com Contabilidade Organizada empregaram cerca de 75% do total do número de pessoas ao serviço em 2017.

As empresas Com Contabilidade Organizada geraram um total de 277.296.048 contos contra 13.006.335 contos das empresas Sem Contabilidade Organizada.

Maio, Brava, São Nicolau e Santo Antão com menos empresas ativas, sendo que cerca de 70% das empresas ativas em Cabo Verde, são empresas em Nome Individual/Sociedades Unipessoais.

As Sociedades Anónimas, e outras, foram as maiores empregadores, empregando cerca de 34,4% do total do Número de Pessoas ao Serviço e geraram maior Volume de Negócios (59,8%) do total da faturação das empresas em 2017.

Nota-se que os sectores do Comércio (23,1%), Alojamento e Restauração (21,4%) e Industria Transformadora (11,7%), empregavam o maior Número de Pessoas ao Serviço. O sector do Comércio gerou também cerca de 38% do total do Volume de Negócios em 2017.

Os dados mostram ainda que a maior parte das empresas ativas são chefiadas/geridas por homens, representando cerca de 63%.

Nos sectores do Alojamento e Restauração, Educação e Saúde, a liderança das mulheres é mais preponderante.

Das 9.985 empresas ativas em 2017, 73,8% são microempresas, 10,2% pequenas empresas, 13,2% média empresas e, somente 2,7% são grandes empresas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.