Empresários de Gran Canária consideram que Cabo Verde começa a destacar-se no turismo

7/05/2019 01:03 - Modificado em 7/05/2019 01:03

Os empresários de Gran Canária do Reino da Espanha consideram que Cabo Verde começa a destacar-se no ramo do turismo, onde apontam que o número de visitantes no arquipélago – as entradas foram de 765 mil turistas em 2018.

De acordo com o site oficial da “Tourinews”, Cabo Verde apesar de não ser uma potência internacional como as Ilhas Canárias ou como a Turquia, que registaram milhões de visitas de turistas em 2018, o número de visitantes no arquipélago quase duplicou desde a viragem do século e cresceu mais de 8% no ano passado.

Segundo a mesma fonte, a publicação destaca que os investimentos em Cabo Verde prosseguem e vêm crescendo a uma taxa maior por uma década. Lembra que o grupo Riu Hotels abriu o seu quinto hotel em Cabo Verde no final de 2018, dez anos após a abertura do seu primeiro estabelecimento e que a Meliá Hotels International possui quatro estabelecimentos na ilha do Sal.

A Tourinews sugere, porém, que é preciso investimentos em várias áreas. Defende sobretudo novos investimentos em estradas de luxo, estradas sem engarrafamentos e confortáveis, jardins, parques, caminhos de estacionamento, sinalização, cuidado do meio ambiente cultural, entretenimento, bicicletas, divulgação e promoção da natureza.

A mesma alerta ainda para diligências necessárias no sentido de facilitar o investimento e combater a burocracia. Tudo com o fito de ajudar empresários que estão ou queiram promover investimentos diretos estrangeiros em Cabo Verde.

É de salientar que, segundo anunciou em 2019 o INECV, em 2018 entraram em Cabo Verde mais 72 mil turistas do que em 2017 – o número global de entradas no país foi de 765 mil turistas em 2018.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.