Autárquicas: Ulisses desvaloriza posicionamentos e vontades pessoais

7/05/2019 00:50 - Modificado em 7/05/2019 00:50
| Comentários fechados em Autárquicas: Ulisses desvaloriza posicionamentos e vontades pessoais

O presidente MpD considerou, no Mindelo, que o seu partido tem o modelo de escolha de candidatos às autárquicas de 2020 definido, servindo-se de instrumentos como sondagens e avaliação política dos candidatos. Por isso não valoriza o posicionamento individual de alguns dos actuais presidentes de câmara face a eventuais candidaturas às autárquicas de 2010.

“O partido tem o seu próprio modelo de escolha, aprovado na Direcção Nacional, com critérios, requisitos e como é que se vai processar, daí que os posicionamentos individuais contam pouco”, sintetizou o líder do MpD, lembrando que a decisão vai sair em função da aplicação do regulamento e da avaliação política que o partido fará, utilizando àqueles instrumentos.

“Será feito com toda a tranquilidade, porque temos tempo suficiente para fazermos boas escolhas. Em princípio o MpD apoiará os actuais presidentes de câmaras, desde que sejam vencedores das devidas sondagens que o partido vai mandar fazer para apurar o seu nível de aceitação ou de rejeição. Em função da avaliação que for feita nas sondagens e da avaliação política, saberemos se optamos ou não por apoiar.”

Ulisses Correia e Silva, lembrou, por outro lado, que, em relação às câmaras lideradas por independentes, o MpD deverá fazer a avaliação para saber como o partido deve posicionar-se.

“E temos ainda duas câmaras em que somos oposição ao PAICV e onde vamos seguramente apresentar candidatos próprios”, acrescentou

Fonte : Inforpres

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.