Nacional : Bis de Pibipe segura Mindelense na liderança

6/05/2019 00:21 - Modificado em 6/05/2019 00:21

O Mindelense empatou a duas bolas neste domingo, 05, com a Académica do Porto Novo, no Estádio Municipal Adérito Sena, em jogo da quinta e penúltima jornada do grupo A do Campeonato Nacional. Apesar deste empate a equipa mantem a liderança (9 pontos) à entrada para a última jornada, num jogo onde Pibipe foi o grande herói.

Depois do empate a zeros registado na primeira jornada do grupo, no Porto Novo, Mindelense e Académica voltaram a empatar desta feita, em jogo da quinta jornada do grupo A, disputado no Municipal Adérito Sena que mais uma vez bateu o recorde de assistência nesta época desportiva.

Num jogo de grau de dificuldade elevada os Leões da Rua de Praia entraram melhor no jogo, mas foi a Académica quem abriria o marcador aos 24 minutos do primeiro tempo, com assinatura do internacional cabo-verdiano Xolote. O melhor marcador do campeonato nacional antecipou-se ao defesa central Bomba e com êxito atirou a contar.

Com o golo sofrido o Mindelense acelerou os seus processos de jogo e, Papalele aos 33 minutos teve uma soberana oportunidade para marcar, mas pela frente encontrou um gigante Valdo que evitou o tento da igualdade. Igualdade que de resto não demorou muito a chegar. Aos 40 minutos a dupla atacante em destaque nesta época desportiva do Mindelense [Papalele e Pibipe] voltou a funcionar na perfeição, terminando com o remate certeiro do camisola 7 dos encarnados.

As duas equipas voltaram para o segundo tempo com vontade em querer mudar o texto, pois a Académica da Praia vencia no Fogo por 0-1, complicando assim as contas da Académica do Porto Novo neste grupo. Contas essas que voltaram a estar do lado da “Micá” depois do avançado Faguy, o amuleto da sorte de Gunga Fonseca neste nacional, ter adiantado de novo a sua equipa na frente do marcador, isto à passagem dos 72 minutos de jogo. Faguy que tinha saltado do banco de suplentes, aproveitou um mau passe de Bomba e servido por Xolote, aguentou a carga de Toy Adão e bateu Piduca.

De novo em desvantagem no marcador e com pouco tempo de jogo, Rui Alberto Leite, abdicou do seu defesa central Bomba e lançou em campo o possante avançado Tuba, passando a equipa a jogar de forma mais direta para a área. De resto, esta fórmula, que muitos golos têm dado ao Mindelense, funcionou para lá dos 90 minutos regulamentares, tendo de novo como protagonista maior o avançado Pibipe. Numa grande jogada individual de Larry e com um cruzamento com todas as medidas certas, o camisola 7 dos Leões apareceu no segundo poste cheio de oportunismo para carimbar o empate nesta partida.

Face ao resultado da Académica da Praia no Fogo, por 0-1, este resultado não é de todo mau para a formação do Mindelense (9 pontos), que leva para a capital uma vantagem de dois pontos, sobre o seu perseguidor direto a Académica do Porto Novo que soma 07 pontos e mais quatro do que a campeã em título que chegou aos 05 e já está praticamente fora da corrida para as meias-finais. Já a Académica do Fogo com este desaire disse adeus a continuidade na prova.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.