Delegacia de Saúde distingue profissionais que colaboraram para sucesso da campanha de vacinação no país

1/05/2019 13:38 - Modificado em 1/05/2019 13:38
| Comentários fechados em Delegacia de Saúde distingue profissionais que colaboraram para sucesso da campanha de vacinação no país

A Delegacia de Saúde de São Vicente destacou durante a cerimónia oficial de encerramento da Semana Africana de Vacinação que decorreu de 22 até hoje, alguns profissionais que se destacaram no país em geral e na ilha em particular, para o alcance do sucesso atingido em termos de vacinação.

Nesta cerimónia de encerramento oficial da Semana Africana de Vacinação, decorrida sob o lema “As vacinas funcionam: Protejamos todos”, foram destacados os nomes de Emely Santos, José Manuel D´Águiar, Maria da Conceição Cohen e Carlos Alberto Monteiro.

De acordo com a Agência Cabo-verdiana de Noticias, a médica Emely Santos, uma das distinguidas, considerou que a elevada taxa de cobertura nacional de vacinação é a demonstração clara do abnegado trabalho que vem sendo desenvolvido em Cabo Verde pelo Ministério da Saúde e os seus parceiros atuais, como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Unicef, assim como a sociedade civil em prol da melhoria da saúde das crianças e da população cabo-verdiana em geral.

A mesma sustenta que a cobertura ultrapassa os 90 por cento (%), não se registando há muitos anos, casos de doenças de vacinação obrigatória, aliado ao facto do país ter sido declarado, recentemente, livre da poliomielite, quando se está num contexto de “algumas dificuldades”, com as epidemias registadas, por exemplo de sarampo, em países da Europa e nos Estados Unidos.

Por seu lado o delegado de Saúde de São Vicente, Elísio Silva, acredita que seria impossível homenagear todas as pessoas que se têm dedicado a esta causa, a que os sucessivos governantes também corresponderam com diferentes programas, e com a formação de técnicos que se têm empenhado na sensibilização e vacinação, visando o “alto impacto” na saúde da população.

A representante da Unicef, Paula Maximiniano, também presente na cerimónia, assegurou “total disponibilidade” desta agência das Nações Unidas em continuar a contribuir para o processo de desenvolvimento do país, na melhoria da qualidade da atenção à criança.

E são estes mesmos motivos, que levaram o diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, durante a sua intervenção de improviso, a classificar Cabo Verde como um “campeão” neste domínio de cobertura de vacinação e que vai introduzir “o mais rapidamente possível” a vacina contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV, sigla em inglês) que considerou como um “instrumento fundamental” na prevenção do cancro do colo do útero nas adolescentes.

Este projeto, segundo o governante, está em andamento com os “últimos preparativos” em termos financeiros.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.