Augusto Neves : “António Monteiro e Alcides Graça só se preocupam com São Vicente quando estão de férias”

23/04/2019 13:44 - Modificado em 23/04/2019 13:48
| Comentários fechados em Augusto Neves : “António Monteiro e Alcides Graça só se preocupam com São Vicente quando estão de férias”

O presidente da Câmara Municipal de S. Vicente (CMSV), em conferência de imprensa esta manhã, em resposta aos deputados António Monteiro (UCID) e Alcides Graça (PAICV), diz que estes estão “cismados” com a lixeira municipal e a ETAR, acusando-os de se preocuparem com São Vicente somente quando estão de férias e garante que a edilidade trabalha com o seu plano director municipal.

Augusto Neves afirma que a CMSV está trabalhando com o Governo num plano estratégico nacional de prevenção e gestão dos resíduos sólidos e a implementação de planos operacionais em São Vicente, que consiste na implementação de um sistema de recolha, transporte, e de valorização dos resíduos sólidos. Um trabalho que segundo Neves já está em andamento.

Neves garante que já foram desenvolvidas infraestruturas de tratamento e destino final, sustentando que a edilidade tem um plano director municipal que leva ao encerramento e mudança da lixeira municipal para outro espaço, isto na requalificação ambiental, com a construção de um novo aterro sanitário em Ribeira de Julião. Com isso, afiança que neste momento não se vai realizar nenhum trabalho nessa lixeira. “Temos um plano director municipal aprovado pela edilidade e pela Assembleia Municipal, que neste momento está num processo de melhoramento da Zona Económica Especial da Economia Marítima, que vai ser muito abrangente, onde o plano é colocar a lixeira num outro espaço. E todos os trabalhos que temos feito é no sentido de ser no novo aterro sanitário onde o lixo terá um tratamento adequado”.

Sobre a ETAR, o edil, sustenta que, através do Fundo do Ambiente, as obras já começaram e consistem fundamentalmente na limpeza das lagoas e instalação de equipamentos de controlo de qualidade das águas residuais. “Vamos levantar um muro de alvenaria de pedra basáltica, para melhorar a vedação da nossa ETAR. Reparação dos reportes e tapumes e reabilitação das passadeiras em betão, estão entre outros trabalhos que vamos fazer na ETAR” aclara.

Augusto Neves diz não compreender a reacção dos dois deputados desses partidos (UCID e PAICV) sobre estes temas, afirmando mesmo que ambos estão cismados em relação à lixeira municipal e com a ETAR, aludindo que só faltam adicionar aos pretextos o “Caizim”.

O autarca acusa António Monteiro e Alcides Graça de aproveitarem o momento em que se encontram de férias dos respectivos cargos, para se preocuparem com São Vicente. “Mas nós estamos cá todos os dias a trabalhar e por estar todos os dias a trabalhar temos uma lixeira neste momento organizada, com duas máquinas a trabalhar diariamente. Através dos fundos dos projectos arrancamos com os trabalhos da ETAR, e eles só vêem isso quando estão de férias e traz-lhes esta grande preocupação” elucida.

Neves afirma que se durante a fase em que António Monteiro, desempenhou o cargo de vereador do Ambiente, se tivesse estas ideias que designa de fabulosas, deveria tê-las colocado em prática, ou de estar neste momento junto da CMSV ajudando a colocá-las em prática, assegurando que em vez disso “fugiu” da ilha, por estar preocupado com outros afins. “Portanto nós precisamos de todos os sanvincentinos para ultrapassar com maior celeridade os nossos problemas. E nunca tivemos em mãos projectos de incineração apresentados pelo Monteiro” aprimora.

Já em relação ao deputado do PAICV, Alcides Graça, o edil assegura que hoje estão corrigindo aquilo que ficou mal feito da terceira fase do plano sanitário do Mindelo, sendo que foi o governo do PAICV a executar esta fase do plano sanitário das lagoas e da ETAR. “Se nós estivemos agora a criar projectos para corrigir é porque não fizeram bem o trabalho deles. Nem o António Monteiro, nem o Alcides Graças, têm moral para falar de Ambiente em São Vicente, porque um esteve cá muitos anos como vereador e nomeou alguém para o substituir. O outro e o seu governo deixaram todos estes problemas na ETAR, problemas esses que nós estamos agora a rever com o Fundo do Ambiente”.

De acordo com Neves a edilidade tem um projecto “ambicioso” e que estão diariamente a trabalhar para poder ultrapassar esses constrangimentos e trazer à população melhores qualidades e mesmo a Câmara Municipal para poder prestar melhor serviço, pois para isso tem um plano adequado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.