Operação ESER: Imprensa russa afirma que tripulantes foram obrigados a transportar as 9,5 toneladas de cocaína

21/04/2019 23:40 - Modificado em 21/04/2019 23:40

A imprensa russa informou que os tripulantes do barco de bandeira panamense, apreendido, no passado dia 31 de Janeiro, com 9,5 toneladas de cocaína no Porto da Praia, foram ameaçados e obrigados a transportar a droga.

O On-line Crimerrussia, veiculou no sábado que as informações foram passadas pelo próprio comandante do navio a um deputado russo, Alexey Veller, que se reuniu com os marinheiros de nacionalidade russa, que se encontram em prisão preventiva na Cadeia Central da Praia.

“O capitão da tripulação disse que no Caribe eles foram abordados por três barcos com homens armados e que estes forçaram-nos a levar a carga a bordo” lê-se na notícia. A mesma informa ainda que esta versão está sendo verificada pela investigação e que os detidos não assumem culpa, estando a contar serem absolvidos.

De realçar que o navio ESER foi apreendido no dia 31 de Janeiro de 2018, no Porto da cidade da Praia, pela Polícia Judiciária, com 11 tripulantes de nacionalidade russa a bordo, na posse de 260 fardos, com peso bruto de 9,5 toneladas de cocaína. Sendo que no dia 02 de Fevereiro foi-lhes aplicado, como medida de coacção, a prisão preventiva.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.