Mário Semedo nega envolvimento em alegado caso de corrupção na CAF

17/04/2019 23:51 - Modificado em 17/04/2019 23:51
| Comentários fechados em Mário Semedo nega envolvimento em alegado caso de corrupção na CAF

A Federação Cabo-verdiana de Futebol, através do seu presidente, Mário Semedo, contestou os factos imputados pelo secretário-geral demissionário da Confederação Africana de Futebol (CAF), Amir Fahmy de envolvimento num alegado caso de corrupção perpetrado por Ahmad Ahmad, presidente desse organismo que rege o futebol africano.

Num comunicado enviado ao NN, reagindo a esta questão, o presidente da FCF contesta “veemente tais insinuações” que, segundo o mesmo, se traduziram numa ideia de que terá participado “num esquema ilícito para tirar benefícios pessoais”.

O mesmo aponta tratar-se de um conflito que opõe o ex-secretário-geral da CAF e o Presidente da mesma instituição, que culminou com o afastamento do Secretário-geral pelo comité executivo da CAF.

Sobre o envolvimento do seu nome nesse caso, o presidente da FCF esclarece que “no mês de maio de 2017, a Assembleia Geral da CAF e o Comité Executivo da mesma, aprovaram, por unanimidade, a atribuição de uma subvenção de 100 mil dólares às Federações de Futebol filiadas na CAF, dos quais 20 mil dólares seriam destinados a título de remuneração, aos presidentes dessas Federações”.  O NN teve acesso ao documento , ver foto ,  de 8 de Junho de 2017 onde se comunica a decisão. Essa verba era destinada a despesas  de representação dos presidentes das federações, pois eles não  são profissionais nas respetivas federações.

O dirigente da Federação Cabo-verdiana de Futebol salienta que recebeu esta informação através de uma circular, comunicado pelo então Secretário-geral da CAF. E, que o montante transferido para o presidente e a FCF cumpriu todos os requisitos legais no âmbito das decisões tomadas pelas duas instâncias superiores da CAF.

“Como se constata, a situação em causa é absolutamente clara e lícita, não existindo quaisquer irregularidades neste âmbito” finaliza Mário Semedo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.