Janira Hopffer Almada aponta que 500 mil contos são poucos para mitigar efeitos do mau ano agrícola

16/04/2019 15:07 - Modificado em 16/04/2019 15:07
Foto: Inforpress

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, que se encontra de visita à ilha de Santo Antão, sustentou que “a verba que o Governo destinou para combater o mau ano agrícola é manifestamente insuficiente” e pediu um reforço das ajudas disponíveis.

De acordo com a Agência Cabo-verdiana de Noticias a líder do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) aconselha o executivo a reduzir “as múltiplas e diversas despesas de funcionamento, nalguns casos, milionárias” e que aloque as verbas à execução de “medidas para fazer face ao mau ano agrícola”.

No julgar de Janira Hopffer Almada, não é concebível que o Governo tenha destinado apenas 500 mil contos para fazer face ao mau ano agrícola, “num país que gasta mais de 600 mil contos em deslocações e viagens”.

A responsável do maior partido da oposição quer que o Governo aperfeiçoe os mecanismos de implementação do plano de mitigação, tendo em conta que as medidas “não estão a chegar aos seus destinatários”.

A mesma entende que “a modernização da agricultura não é uma opção mas uma necessidade para Cabo Verde”. Para o PAICV é fundamental o investimento na modernização da agricultura, com investimentos em toda a cadeia de valores, garantindo a mobilização de água, potencializando as diversas barragens já construídas, avançando com as redes de irrigação secundária, promovendo a construção de diques de retenção nas encostas.

Janira Hopffer Almada termina na tarde desta terça-feira, 16, a visita que efetua desde sábado à ilha de Santo Antão.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.