Porto Novo: Câmara Municipal estima a criação de 400 postos de trabalhos mensais para atenuar efeitos da seca

10/04/2019 13:28 - Modificado em 10/04/2019 13:28
Foto: Inforpress

A edilidade porto-novense, após reunir-se na terça-feira, com todas as delegações municipais para a discussão do Plano de Atenuação da Seca que será colocado em prática no Município, avança que nos próximos dias serão abertos várias frentes de trabalho em quase todas as localidades do interior do Concelho, criando cerca de 400 postos de trabalho mensais.

Estes postos de trabalho, segundo o executivo camarário, vão ser criados em obras de construção e requalificação de infraestruturas desportivas, requalificação de acessibilidades, calcetamentos, limpeza de caminhos vicinais, construção de pequenas zonas de lazer, reabilitação de sistemas de armazenamento de água para animais, construção de pequenas redes de água domiciliária, despedregas de parcelas agrícolas e apoio às atividades geradoras de rendimento a grupos de mulheres.

O Plano de Atenuação da Seca no Município, é financiado pelo Governo de Cabo Verde no valor de 36 mil contos e desbloqueado em valores parcelares mensais, com a implementação da responsabilidade da Câmara Municipal e a supervisão do Ministério da Agricultura e do Ambiente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.