ASA diz que encerramento do aeródromo “Agostinho Neto” em Ponta do Sol deveu-se à falta de aviões com capacidade de aterragem

10/04/2019 02:39 - Modificado em 10/04/2019 02:39

A ASA (Aeroportos e Segurança Aérea), esclarece nesta terça-feira, que decidiu fechar o aeródromo “Agostinho Neto” em Ponta do Sol, Santo Antão,em 2003, a partir do momento em que a Cabo Verde Airlines (TACV) decidira alienar a aeronave De Havillland Canada DH-6 Twin Otter, batizado pelo povo de “Djô Canela” por ter trens de aterragem rígidos, não retrácteis.

Através de uma nota, a ASA, diz que de tempo em tempo saem comentários jornalísticos sobre o encerramento do aeródromo “Agostinho Neto”, em Ponta do Sol, ilha de Santo Antão, atribuindo isso ao desastre aéreo do Dornier Do 228 da Guarda Costeira, a 7 de Agosto de 1999, que realizava o voo São Vicente/Santo Antão, operado pela TACV Cabo Verde Airlines. Outros apontamentos referem-se à impossibilidade da expansão do aeródromo como causa para a sua descativação.

No entanto a mesma esclarece que, o encerramento do aeródromo se deveu a causas diversas conforme foi divulgado na época, e aquando da alienação feita pela TACV Cabo Verde Airlines da aeronave De Havillland Canada DH-6 Twin Otter, batizado pelo povo de “Djô Canela” por ter trens de aterragem rígidos, não retrácteis.

“O Twin Otter era a única aeronave a operar no aeródromo de Santo Antão e, não havendo aviões para lá operar (já que a pista era de 598mx30m), a solução seria o fecho, mesmo que temporário, dessa infraestrutura” lê-se na nota.

Segundo a mesma fonte, a ASA não via com bons olhos tal medida desencadeada pela TACV. “Na altura chegamos a argumentar com as dúvidas sobre a descontinuidade ou não do Twin-Otter, um avião muito bem adaptado à maioria dos aeródromos e rotas do arquipélago, mas não se teve em conta os argumentos de racionalidade operacional, técnica, comercial e económica”.

Nisto alienou-se uma aeronave versátil de 19 assentos, com configurações para carga e passageiros, ficando o país privado desse modelo ou outro equivalente e que nos últimos anos a Twin Otter D4-CAY o seu sósia D4-CAX acidentou-se na Praia a 28 de Setembro de 1998 e que também realizava voos cargueiros entre as ilhas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.