CS Mindelense vence Taça e consegue a dobradinha

4/04/2019 00:13 - Modificado em 4/04/2019 00:13

O Clube Sportivo Mindelense venceu, na tarde desta quarta-feira, na final da Taça de São Vicente o Falcões do Norte por 3-1 e fez a dobradinha na época desportiva.

Numa tarde em que o Estádio municipal Adérito Sena vestiu-se de gala para receber em festa o jogo da final da Taça de São Vicente, entre campeões regional (1ª e 2ª divisão) o Mindelense, foi quem levou a melhor e levantou o seu terceiro troféu da época.

Com uma grande moldura humana afecta às duas equipas, o jogo não poderia ter começado da melhor forma possível para os Leões da Rua de Praia. Logo aos dois minutos de jogo Papalele trabalhou bem na direita do ataque para servir na perfeição Pibipe que cabeceou para o fundo das redes de Geovanni.

Com o golo sofrido o Falcões correu atrás do prejuízo e, aos 11 minutos, Yuran só não marcou porque o guarda-redes Pelode esteve em grande e impediu o golo da igualdade. Golo este que viria a chegar ao minuto 18, na sequência de um penalti cometido por Pelode sobre Stipay, que cheio de oportunismo apareceu, dentro da grande área, na cara do guardião, só sendo travado em falta. Chamado à conversão Rafy não deu hipóteses e estabeleceu a igualdade na partida.

Depois de uma primeira metade bem disputada, as equipas voltaram para o segundo tempo com a mesma ambição no jogo, onde a disputa do mesmo se centrava mais no meio campo. Com o jogo dos bancos a começar a funcionar, foi de lá que Rui Alberto Leite tirou Larry, aos 69 minutos, que se revelou a aposta acertada. O jogador não precisou mais do que um minuto em campo para fazer o gosto ao pé com um grande golo e, assim, colocar o Mindelense com mão e meia na Taça.

Com o golo sofrido a equipa verde e branca foi-se abaixo e viria sofrer o terceiro golo aos 73 minutos. A dupla Papalele e Pibipe voltou a entrar em ação. Mais uma vez, Papalele, numa grande jogada individual serviu, de novo, na perfeição Pibipe que frente a Giovanni atirou com estilo para carimbar o resultado final e nova Taça para a vitrina do Mindelense.

Desilusão de um lado e explosão de alegria do outro. No final da partida o autor de dois dos golos do Mindelense, Pibipe, expressou ao NN a felicidade por mais uma conquista do grupo. “A equipa está de parabéns pela conquista da Taça. Os dois golos que marquei foram fruto do bom trabalho que este grupo vem realizando. Fizemos um bom jogo e esta vitória vai para todos os adeptos e especialmente para o meu filho que tem estado comigo desde o início” diz.

Já o treinador do Falcões “Lizy” mostrava-se bastante triste com a derrota, por 3-1, salientando que ter disputado a final já era “muito bom” para a equipa. “O nosso objectivo maior era o campeonato regional da segunda divisão, que vencemos. Esta final foi fruto de um trabalho duro dos jogadores para cá chegarem e só por isso já são uns vencedores” vincou.

O técnico deixou ainda um rasgado elogio para os adeptos de Chã de Alecrim que, em grande número, marcaram presença no estádio nunca se cansando de apoiar a equipa durante todo o jogo. “Agora é trabalhar para na próxima época estarmos cá de novo. Estou certo que alguns jogadores aprendem com os erros cometidos e de certeza vão querer voltar aqui no próximo ano” concluiu.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.