Carlos Veiga: “Dependo de mim mesmo e das decisões que tomo para ser candidato presidencial”

3/04/2019 00:27 - Modificado em 3/04/2019 00:27

Em declarações à Inforpress, Carlos Veiga, actual embaixador de Cabo Verde nos EUA,  admite tomar uma decisão sobre a candidatura a Presidente da República, nas eleições de 2021,  quando deixar o cargo que ocupa agora.

“Não dependo de condições que me sejam impostas. Dependo de mim mesmo e das decisões que tomo de uma forma livre a independente”. Diz que também necessitará de falar com a sua família, amigos sobre o assunto e, na altura própria, tomará uma posição.

Quanto ao possível apoio do MpD considera que “Não é isto que interessa. O candidato presidencial tem que decidir se vai ou não vai de forma independente…Uma decisão dessa não pode ser tomada depois das eleições legislativas. Quem deixar para tomar uma decisão a seis meses de eleições presidenciais, penso que não quer candidatar-se”. Reafirma a sua vontade de “depois de deixar o cargo de embaixador, independentemente do que esteja previsto, e do que aconteça em termos de eleições legislativas, terei que tomar uma posição”, explicitou Veiga que não esconde que tem sido “pressionado” por alguns sectores do MpD e da sociedade civil no sentido de se candidatar às presidenciais de 2021.

Fonte : Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.