Final da Taça de S. Vicente: Um embate de campeões

2/04/2019 23:58 - Modificado em 2/04/2019 23:58
| Comentários fechados em Final da Taça de S. Vicente: Um embate de campeões

A festa da Taça regressa novamente ao grande palco do futebol em São Vicente, desta feita, para um encontro decisivo entre os campeões regionais de São Vicente, da primeira e da segunda divisão.

Foto: Inforpress

O CS Mindelense, campeão regional da primeira divisão, e o Falcões do Norte, campeão do segundo escalão, têm duelo marcado para esta quarta-feira, 03, de Abril, às 16 horas, no estádio Municipal Adérito Sena. Vão jogar a final da Taça de São Vicente, numa partida que se espera ser de muitas emoções entre duas equipas que foram as mais regulares da prova e que querem arrecadar o troféu.

No que toca aos Leões da Rua de Praia, remonta à época 2014/15 a última conquista da Taça de S. Vicente. Na altura venceram, na finalíssima, a equipa do Amarante por 3-2. Sendo que até então já viram, por duas vezes, o pássaro fugir-lhes da mão com duas finais perdidas de forma consecutiva. A primeira em 2016, quando saíram derrotados frente ao Salamansa e em 2017 o carrasco foi a formação do Derby.

O Mindelense, para chegar a final, deixou pelo caminho a Académica do Mindelo, o Ponta d´Pom e o Amarante.

Já o Falcões do Norte, que fez a festa da subida na derradeira jornada da segunda liga, está de regresso ao convívio dos grandes e terá o primeiro teste de fogo, já frente ao Mindelense. A equipa de Chã de Alecrim deu a volta à situação no regional a poucas jornadas do termino da prova, recuperando cinco pontos para o Amarante, culminndo com o título de campeão da “segundona”.

Se por um lado o Mindelense já vai com quatro anos sem levantar o troféu, quando se fala no Falcões é preciso recuar ao ano 2012, ano em que se registou a sua última conquista, quando derrotou o Ponta d’Pom por 2-1. Antes, em 2010 conseguiram o feito inédito de conquistar pela primeira vez o troféu, ao derrotarem o Derby por 1-0. Levantar de novo o troféu, de resto, é um desejo manifestado pela direcção do clube que confidenciou ao NN a vontade de ganhar mais uma vez a prova, isto após longos anos de jejum.

Os verde-branco de Chã de Alecrim, para alcançarem a final, eliminaram o Castilho da primeira divisão. Seguiram através do sorteio para as meias-finais, onde viriam a deixar pelo caminho o Calhau.

Um jogo que promete ser de emoções fortes e que vai determinar o representante de São Vicente na Taça de Cabo Verde 2019. De realçar que o vencedor da Taça vai medir forças, na primeira eliminatória da Taça Caixa, agendada para quarta-feira, 10 de Abril, em São Nicolau, com o Atlético da Ribeira Brava representante da ilha de Chiquinho.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.