Colômbia regista caso raro. Bebé nasce com irmão gémeo na barriga – c/video

21/03/2019 15:45 - Modificado em 21/03/2019 16:06
| Comentários fechados em Colômbia regista caso raro. Bebé nasce com irmão gémeo na barriga – c/video

Caso de ‘gémeo parasita’ acontece uma vez em cada 500 mil a um milhão de gravidezes.

Foi só ao sétimo mês de gravidez que os médicos deram conta de algo anormal na gravidez de Mónica Vega. Numa radiografia de rotina, verificou-se que a bebé que a colombiana carregava tinha um corpo estranho no interior da sua barriga, com um segundo cordão umbilical e também rodeado de líquido amniótico.

Conforme explica o La Vanguardia, é um raro caso de ‘fetus in fetu’ ou gémeo parasita, que ocorre na proporção de um caso em cada 500 mil a um milhão de gravidezes. Acontece quando as células que vão gerar os irmãos gémeos não se dividem no momento certo e os dois embriões crescem de forma anormal.

O caso teve lugar na cidade de Barranquilla e foi noticiado pelo programa de televisão ‘Los Informantes’, onde foi inclusive entrevistado o médico que atendeu Mónica.

Itzamara foi submetida a uma delicada operação nas suas primeiras 24 horas de vida, uma cesariana para retirar o feto. O ‘corpo estranho’ dentro do abdómen da recém-nascida era muito pequeno, do tamanho de um limão, e não tinha coração nem cérebro.

A intervenção foi um sucesso e tanto a mãe como a menina recuperaram e encontram-se bem.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.