CS Mindelense a um ponto do título de campeão regional

16/03/2019 23:48 - Modificado em 16/03/2019 23:49
| Comentários fechados em CS Mindelense a um ponto do título de campeão regional

O Estádio Adérito Sena foi palco, na tarde deste sábado, de mais um clássico dos clássicos do futebol em S. Vicente. Um sempre apetecível Mindelense-Académica.

A vitória, por 2-1, acabou por sorrir ao CS Mindelense que fica assim a um ponto do penta, isto quando faltam duas jornadas para o fim do Regional de futebol da ilha.

Num jogo que foi disputado sempre a um ritmo alto, a Académica abriu o marcador logo aos 14 minutos, por intermédio de Tchuk. O lateral esquerdo aproveitou um livre indireto apontado pelo capitão Pepa, e de fora de área rematou rasteiro e colocado, com a bola a entrar junto ao direito da baliza à guarda de Piduca.

A Académica estava por cima no jogo e Bruno Silva só não aumentou o score, à passagem do minuto 25, porque não conseguiu efectuar o remate nas melhores condições, isto quando estava na cara de Piduca. Volvidos cinco minutos o Mindelense esboçou uma reação e quase chegava ao empate, isto numa altura que carregava com tudo para o empate.

A abrir a segunda parte as coisas começaram a complicar-se para a Académica. Esta viu o seu guardião complicar um lance de fácil de resolução. Na sequência de um remate de Yuran que não levava nenhum perigo, o guarda-redes Bruno BH não abordou o lance da melhor forma e a bola acabou por só parar dentro das redes à sua guarda.

A “Micá” ainda acreditava numa possível vitória e, por duas vezes colocou em sobressalto o guarda-redes dos encarnados, Piduca. Valeu-lhe a falta de pontaria dos adversários. Foram minutos frenéticos e aos 56 minutos, Guga só não fez a remontada no marcador, porque Bruno BH, redimiu-se do golo sofrido e vez um voo fenomenal parando um livre apontado com mestria pelo lateral esquerdo encarnado.

Num jogo de parada e resposta, a “Micá” respondeu na mesma moeda quando decorriam 60 minutos de jogo. Desta vez foi Ailton que rematou, cheio de intenção, mas viu a bola sair a escassos centímetros da trave da baliza encarnada. A Académica insistia e Burracho, aos 65 min., falhou clamorosamente mais uma oportunidade de golo.

Quem não marca, sofre. É uma máxima do futebol que mais uma vez se repetiu. O balde de água fria para a “Micá” chegou aos 75 minutos com Bruno BH novamente a comprometer levando o seu colega de equipa Tchuk a marcar na sua própria baliza. Num livre lateral apontado por Guga, que sempre leva perigo iminente, o guarda-redes, saiu extemporaneamente da baliza e aos papéis defendeu a bola que acabou por embater no lateral esquerdo Tchuk, que não teve como impedir o segundo golo do Mindelense.

Até ao final do jogo os ânimos estiveram exaltados, com a “Micá” a procura do golo da igualdade, mas o Mindelense soube guardar a sete chaves esta preciosa vitória que lhe abre as portas do Penta campeonato regional, ficando assim a apenas um ponto do título, que poderá até festejar neste domingo caso o Batuque não vença o Farense, a equipa sensação da prova.

Ainda neste sábado no segundo jogo do dia o Derby foi surpreendido pelo Castilho, que venceu também por 2-1. Yuran e Alex foram os heróis do Castilho neste jogo e que colocaram a equipa a respirar melhor na prova, agora com 8 pontos. Já o Derby que teve em Toy o marcador do golo, torce para o término do campeonato, pois tem desiludido nestas últimas jornadas. A jornada 12 prossegue neste domingo, 17, com os jogos Farense Vs. Batuque FC e Salamansa Vs. Corinthians.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.