Prémio Kakoy 2019 para sátira sobre VBG do grupo Dance Doll

7/03/2019 00:05 - Modificado em 7/03/2019 00:06

A entrega dos prémios Kakoy 2019, que já vai na sua 4ª edição, relativamente ao Carnaval espontâneo que consagra a capacidade criativa, originalidade, mensagem e reação do público no dia do Carnaval, com a criação de objetos, peças, trajes entre outros, foi efetuada esta quarta-feira, dia 06, no Centro Nacional de Artesanato e Design do Mindelo.

A atribuição do prémio Kakoy consagrou este ano vários grupos não oficiais e individuais que desfilaram pelas ruas da cidade no dia do Rei Momo.

O grupo que, segundo a organização, trouxe uma mensagem “muito atual” retratando a Violência Baseada no Género (VBG), o Dance Doll (Bela Vista), foi o vencedor na categoria Prémio de Grupos, arrecadando um montante de 40 mil escudos.

De acordo com o representante do grupo, Ramiro Gonçalves, escolheram o tema por ser um problema transversal a toda a sociedade e que subsiste tanto em São Vicente como em Cabo Verde no geral. “É uma prática, infelizmente, constante e viemos chamar a atenção para isso. Estamos obviamente satisfeitíssimos pelo troféu. Este ano é somente o ensaio para o que virá a acontecer no próximo, onde vamos trazer uma grande surpresa” assegurou ao NN.

No segundo lugar ficou o grupo Meio Avião que arrecadou o prémio de 30 mil escudos. No terceiro posto surge o Roll Royce de Madeiralzinho com o prémio de 20 mil escudos. No quarto lugar o grupo Papa d’Midje k’Lete com 10 mil escudos.

No que concerne aos prémios individuais, dividiram o pódio o autor da ideia “Sacrifício de Vida”, no primeiro lugar e com o prémio de 20 mil escudos e no segundo lugar o criador do “Blimundo”, com o prémio de 10 mil escudos. O terceiro lugar foi para o mentor de “Katchupada” e que teve direito a 5 mil escudos.

O Diretor do Centro Nacional de Artesanato e Design (CNAD), Irlando Ferreira, em declarações ao NN, afirma estar muito satisfeito, porque ao seu ver é sempre bom ver os mindelenses a brincarem o carnaval ao nível que se viu. “Muita criatividade com civismo, com mensagens bastantes curiosas, isso se analisarmos do ponto de vista mais generalizado. O Carnaval espontâneo faz parte do Carnaval do Mindelo, de tudo aquilo que esta cidade promove a nível cultural, por isso é sempre importante estarmos a valorizar o prémio Kakoy e destacá-lo neste momento do carnaval a nível geral”.

Para o Diretor do CNAD, o carnaval espontâneo está-se aproximando do nível de antigamente mas para isso, e como diz, “é importante todos continuarem a promove-lo, para que cada vez venha com mais força.

O prémio KAKOY, foi instituído em 2016 pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC), através do Centro Nacional de Artesanato e Design (CNAD) e visa encorajar a criatividade do Carnaval Artesanal.

  1. Odette

    Criamos o Prémio Kakoy e, para nos imitar (como sempre) criaram o pémio Cow boy.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.