Carnaval 2019 : Cada cabeça sua sentença com MONTSU á frente

26/02/2019 23:55 - Modificado em 26/02/2019 23:55
Foto: LIGOC-SV

A uma semana do grande dia, onde os grupos vão colocar toda a carne no assador do asfalto da Rua de Lisboa, para os desfiles oficiais, o prognóstico já foi lançado pelo NN, com a maioria dos entrevistados a apostarem na vitória do grupo Monte Sossego, isto num ano em que o grande rival e Bicampeão, Vindos do Oriente, recusou-se  a   participar no desfile oficial. Os  Estrelas-do-Mar surgem como a segunda aposta do público.

Sanado a polémica entre a LIGOC e VO, os quatro grupos oficiais (Cruzeiros do Norte, Estrelas do Mar, Monte Sossego e Flores do Mindelo) ultimam as suas preparações para o grande dia, isto quando faltam apenas uma semana para os desfiles oficiais.

Num ano onde o bicampeão de São Vicente e um crónico candidato a vitória, o Vindos do Oriente, não irá participar, a aposta dos mindelenses abordados recaiu, quase por unanimidade no grupo Monte Sossego. Já o grupo Estrelas-do-Mar que esteve sete anos afastado do sambódromo do Mindelo está de volta e é  para ele que vai a segunda aposta dos mindelenses ouvidos pelo NN, como possível vencedor do carnaval 2019.

Lena Zêgo, aponta que o caminho do título para o grupo Monte Sossego está em aberto, assumindo que sem o grupo Vindos do Oriente, tudo está a jogar a favor de “Montsu”. Natural de Cruz João Évora, assume que não está vendo o grupo local, com o entusiasmo de outrora, e por isso retira-o da lista de potenciais vencedores. A mesma afirma que é preciso ter em atenção ao grupo Estrelas-do-Mar, um grupo que como diz certamente virá com tudo para lutar pelo título.

O mindelense Dany Morais vai na mesma linha de pensamento que Lena Zêgo, garantindo que Monte Sossego, tem todas as condições reunidas para levar o troféu para casa. Este mindelense assume que foi com alguma tristeza que viu o desenrolar de toda polémica, entre a LIGOC e o VO, o que para ele não traz nenhum benefício ao carnaval sanvincentino. “O ideal era ter todos os grupos no desfile e fico triste quando não os vejo a todos, devido a estas questões que aconteceram e isso claro que afeta o carnaval” conclui.

“Sem sombra dúvidas acho que o grupo de Monte Sossego vai vencer o prémio. Sem o grupo Vindos do Oriente, tudo está a pender para o lado deles” declara Joana Brito. Para ela, que diz ser uma grande seguidora do carnaval mindelense, a polémica em torno da LIGOV e VO, em nada afetará o carnaval deste ano, até porque como afiança, há muitos grupos que vão estar no asfalto, e que o brilho carnavalesco vai se manter.

O carnaval como acontece em todas as edições, gera sempre aquela onda de discordância nos fãs na hora da entrega dos troféus, ou seja, o sentimento de injustiça.  Nesta sequência, Narina Silva, que diz ser adepta do grupo Monte Sossego, não viu com bons olhos a entrega do prémio de melhor canção, precisamente para o “Montsu”, em detrimento do Flores do Mindelo, que ao seu ver era quem tinha a melhor canção. Mesmo com este sentimento de injustiça feita, aponta também o grupo de “Montsu” como o principal candidato a destronar o ausente VO.

De destacar que o grupo Monte Sossego vai apresentar no carnaval 2019 o enredo “O meu Carnaval é uma novela” e conta colocar 1300 foliões no sambódromo do Mindelo, suportados por uma bateria composta por 110 ritmistas.

Por seu lado, o grupo carnavalesco Cruzeiros do Norte apresenta este sábado, 12 de Janeiro, o seu enredo para o Carnaval 2019. O grupo irá ainda apresentar a família real do carnaval, e a rainha de bateria.

O grupo recreativo Flores do Mindelo vai homenagear a cidade do Mindelo no Carnaval 2019 com o enredo: “Mindelo: Um monte com cara de gente e um monte de gente cara”, da autoria de Emanuel Ribeiro. O enredo é dedicado aos 140 anos desta cidade.

Após uma paragem de sete anos, o Grupo Estrelas do Mar está de volta ao ativo com a pretensão de conquistar o ceptro, ostentado até o momento pelo Vindos do Oriente, com um enredo intitulado “A mensageira” e a música “Gongon”.

A Escola de Samba Tropical no seu enredo vai contar a estória do “Bói Blimundo” em 16 alas e um andor grande. A música oficial da escola é da autoria da dupla João Carlos (Jotacê) e Anísio Rodrigues e intitula-se “Pulá Lagód”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.