Grupo Carnavalesco Cruzeiro do Norte promete um desfile coeso e unido para celebrar o renascer do grupo

25/02/2019 01:52 - Modificado em 25/02/2019 01:52
| Comentários fechados em Grupo Carnavalesco Cruzeiro do Norte promete um desfile coeso e unido para celebrar o renascer do grupo

A sensivelmente oito dias do carnaval, a quadra desportiva da zona de Cruz João Évora, “casa” do Grupo Carnavalesco Cruzeiro do Norte, tem sido o palco dos ensaios do grupo que promete, para o dia 05 de Março, um desfile digno da cidade e do grupo.

Sendo o último grupo a desfilar no dia do carnaval, conforme sorteio, a agremiação da zona de Cruz ambiciona a possibilidade de levantar mais uma vez a taça de campeão do carnaval de São Vicente, que tem vindo a escapar há alguns anos.

Com os preparativos a ultimar, os últimos dias de ensaio e concepção dos trajes e carros alegóricos, tem sido uma correria e no meio disso, a direcção carnavalesca do grupo, diz que até ao momento, a meta pretendida pelo grupo, já foi ultrapassada e tudo o que vier pela frente até ao dia D, é um bónus.

De acordo com a directora de carnaval do grupo, Maria José, os últimos dias tem sido uma azáfama, mas considera que a situação é estável. “A nível de organização e distribuição das alas, já está tudo resolvido, o casal porta-bandeira e mestre-sala já estão quase prontos, e o rei e as rainhas já estão na ilha a preparar-se para mais um desafio  do carnaval de São Vicente”.

Posto isso, assegura que os ensaios estão a decorrer da melhor forma e, como tal, a direcção está contente pela forma como as coisas tem-se desenrolado nos últimos dias. “A  população tem aderido enchendo a quadra e apoiando o grupo, como antigamente, o que mostra o renascer de um dos maiores grupos de carnaval de São Vicente”, aponta Maria José, que se mostra satisfeita com o ambiente de alegria que se vive diariamente nos ensaios do grupo.

A alegria é mostrada pelos foliões que se vestem de vermelho, com a cor da bandeira do grupo, para mostrar o seu agradecimento ao apoio que têm recebido, tanto dos patrocinadores como do público em geral.

Em relação ao número de foliões que a agremiação irá levar para as ruas de Mindelo, já ultrapassaram os oitocentos (800), o que para a direcção é suficiente, tendo em conta a estrutura do desfile que pretendem e que já têm traçado.

Divididos em doze alas, uma “super ala”, segundo Maria José que vai desde do primeiro ao terceiro carro alegórico, todos em representação de todos os países que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, com destaque para a ala de Portugal que estará na frente.

O que dá mote à reconquista do troféu que começa nos trabalhos de bastidores e que irá culminar no “sambódromo” da Rua de Lisboa perante milhares de pessoas.

Para esta quarta-feira está agendada, no polivalente de Cruz João Évora, a passagem de bandeira e a apresentação das rainhas. No entanto os ensaios decorrem até ao dia 02 de Março, sábado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.