Ribeira Grande sem carnaval oficial Mandingas de Tarrafal vão dando o seu contributo

21/02/2019 01:41 - Modificado em 21/02/2019 01:41
| Comentários fechados em Ribeira Grande sem carnaval oficial Mandingas de Tarrafal vão dando o seu contributo

Numa altura que ficou conhecida a intenção dos grupos oficiais de Carnaval do Concelho da Ribeira Grande de Santo Antão, de não saírem para os desfiles oficiais agendados para 05 de Março, os mandingas do Tarrafal, com menor ou maiores dificuldades são aqueles que vão dando o seu contributo para que as comemorações do Rei Momo não passem em branco.

O grupo carnavalesco Império da Vila, da cidade da Ponta do Sol, Flores da Vila, da Penha de França, Maravilhas de Ladeira e Marisol de Tarrafal, afirmaram recentemente que não vão sair nos desfiles oficiais, do dia 05 de Março, alegando cada um os seus motivos. Assim sendo são os mandingas de Tarrafal que vão engajando esforços, segundo o responsável do grupo Kevy Delgado, para que pelo menos os fins-de-semana sejam diferentes nas ruas da Ribeira Grande.

A primeira saída do grupo dos mandingas do Tarrafal aconteceu no domingo, 17, e arrastou bastantes foliões. Contaram com o apoio do grupo de Mandingas de Espia de São Vicente, que marcaram presença nesta primeira saída do grupo, pelas principais artérias da Cidade, o que contou com uma grande aderência de pessoas.

Para Kevy Delgado, que desde 2017 organiza os mandingas é com uma “imensa tristeza” que encara este cenário de ver a cidade da Ribeira Grande, completamente estagnada no dia do Rei Momo, isto numa altura que segundo o mesmo o Carnaval já vinha ganhando, nos últimos anos, uma maior preponderância. Mas vinca que estão empenhados em preencher, pelo menos nos finais-de-semana, com a saída dos mandingas, mesmo numa altura em que o grupo enfrenta imensas dificuldades em arranjar equipamentos adequados.

Estão previstas mais duas saídas, até ao dia do carnaval, que de acordo com o organizador, tudo dependerá ainda de terceiros, principalmente no que toca aos instrumentos. O grupo tinha previsto uma saída no dia de Carnaval, mas devido a intenção das pessoas em deslocarem-se para o carnaval do Paul e principalmente São Vicente o melhor, diz Kevy, é não arriscar, isto devido aos elevados custos que acarreta o aluguer de equipamentos adequados para o suporte do grupo.

Posto isto, o grupo sairá no domingo, 10, de Março, altura que se procede ao habitual enterro do carnaval. “O principal objetivo neste momento é animar a cidade para que o carnaval não passe despercebido, porque gostamos muito de ver as pessoas de todas as idades animadas” finaliza.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.