Boa Vista: Julgamento de cidadão guineense acusado da morte de um conterrâneo

15/02/2019 00:33 - Modificado em 15/02/2019 00:33
| Comentários fechados em Boa Vista: Julgamento de cidadão guineense acusado da morte de um conterrâneo

O cidadão guineense acusado da morte de um conterrâneo, Braima Candé, no bairro de Boa Esperança, na ilha na Boa Vista, em Maio de 2018, vai ser julgado no dia 21 do corrente mês, após a audiência sido adiada no dia 11 de Fevereiro.

Segundo informações recolhidas, o Ministério Público pede que o suposto assassino  seja condenado apenas pelo crime de homicídio simples, mas numa pena justa e exemplar. Isto tendo em conta que apesar de exagerar na legítima defesa, agiu em resposta a uma agressão.

O caso remonta a Maio do ano passado, quando os dois entraram em conflito e a vítima, Braima Candé, foi atingida com uma facada que lhe perfurou o fígado e os intestinos. A vítima foi socorrida de imediato no Centro de Saúde local, mas não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer no dia seguinte.

O suposto homicida encontra-se em prisão preventiva onde aguarda o veredicto final, está agendado para o dia 21 de Fevereiro, no Tribunal da Comarca da Boa Vista.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.