Augusto Neves acredita que a cidade do Mindelo vai ficar mais rica com o novo edifício do CNAD

5/02/2019 00:43 - Modificado em 5/02/2019 00:44
| Comentários fechados em Augusto Neves acredita que a cidade do Mindelo vai ficar mais rica com o novo edifício do CNAD

O edil mindelense, Augusto Neves, que marcou presença no ato oficial de arranque das obras de ampliação e reabilitação do Centro Nacional de Arte e Design do Mindelo, regozijou-se com os ganhos que este novo edifício da cultura irá trazer para a ilha do Monte Cara.

“Edifício emblemático para a cidade, que tem uma história rica, para a ilha em termos arquitetónico, mas também tem uma história social muito rica. De certeza que a cidade vai ficar muito mais rica, com este novo edifício” garante o edil.

Augusto Neves, afirma que estas obras vão ser, em todos os aspectos, uma mais-valia para a cidade quer a nível do enriquecimento cultural, económico e a nível do enriquecimento dos profissionais. “O pessoal da arte, do artesanato de certeza que tem sentido muito mais confortável, muito mais ricos, em todos os aspetos e é o país que vai ganhar com este edifício” acrescenta.

Por parte da Câmara, Augusto Neves deixa a garantia de que tudo vão fazer e estar sempre prontos para apoiarem. Para que tudo possa correr bem e que seja inaugurado em “tempo recorde”, porque segundo Neves a cidade já está à espera do novo edifício.

Por sua vez, Irlando Ferreira, presidente do CNAD, mostrou-se satisfeito com o arranque das obras do novo edifício. Segundo o mesmo, o novo edifício, abarcará a Galeria, Biblioteca, Ateliê, Escritório e o Terraço Técnico. Para manter a sustentabilidade da mesma, Irlando Ferreira esclarece que, o espaço vai ter ainda uma loja e um café. O grande ganho segundo, Irlando é devolver o edifício para a Cidade do Mindelo e para Cabo Verde.

O novo figurino da CNAD está a cargo dos arquitetos Eloisa Castelhano e Moreno Castellano, que, fazem a questão de frisar que o edifício antigo irá manter o seu traço original, que vão ser feitas apenas obras de melhorias e de renovação.

“Depois vamos passar para o pátio que faz filtro com o edifício novo, o ícone emblemático, que irá criar consciência a nível da cidade, e vai ser um centro de artesanato, design e de pesquisa, seja para Cabo Verde como para a África” esclarece Eloisa Castellano.

Já Moreno Castellano, diz que com este projeto vão tentar criar um polo de atracão, ainda mais forte na cidade do Mindelo. Uma cidade que segundo o mesmo já tinha potencialidades para poder desenvolver um círculo de componentes baseados na cultura, na arte, no design e no artesanato. “O que temos feito é polarizar todos os saberes nesta situação geográfica, aqui nesta praça” completou.

De realçar que este vai ser o mais moderno Centro Cultural e Centro de Arte Contemporânea do país e provavelmente uma das mais modernas do continente africano. Será um edifício emblemático no coração da cidade de Mindelo que ganha assim um novo referencial arquitetónico.

A conclusão das obras do novo edifício da CNAD, que arrancaram nesta segunda-feira, 04, estão previstas para daqui a 12 meses. Como tal a sua inauguração está prevista para Fevereiro de 2020.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.