Polémica ministra de Bolsonaro terá mentido sobre títulos académicos

4/02/2019 12:08 - Modificado em 4/02/2019 12:09

Damares Alves disse ser advogada, mestre em Educação, Direito Constitucional e Direito da Família. Títulos que detém… apenas pelo ensino bíblico.

De acordo com a imprensa brasileira, Damares Alves, ministra de Jair Bolsonaro, terá mentido sobre os seus títulos académicos.

Aquando de uma conferência sobre ‘O Cristão Diante de Novos Desafios’, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, disse não ser apenas umas pastora, mas também “advogada”, “mestre em Educação” e “em Direito Constitucional e Direito da Família”. Saliente-se que isto aconteceu em 2013.

Títulos académicos, contudo, que esta não detém, segundo confirmou a própria, através de fonte do seu ministério, avança a Folha de S. Paulo.

Damares Alves acabou por admitir que os títulos que mencionou adquiriu-os apenas através do ensino bíblico. 

“Diferentemente do mestre secular, que precisa ir a uma universidade para fazer mestrado, nas igrejas cristãs é chamado mestre todo aquele que é dedicado ao ensino bíblico”, atirou, sem especificar contudo o porquê de, em 2013, ter alegado ser especializada em temas tão específicos.

Recorde-se que esta ministra foi a mesma que incendiou a opinião pública ao afirmar que cor de rosa era para meninas e azul para meninos.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.